Tarcísio anuncia supersecretaria com fusão de pastas e mistura de ambiente com transportes

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O governador eleito de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), vai fundir duas pastas, a de Infraestrutura e Meio Ambiente com a de Logística e Transportes, formando uma espécie de supersecretaria em seu futuro governo em São Paulo.

A nova pasta, de assuntos ligados à sua atuação como ministro de Jair Bolsonaro (PL), deve contar com um técnico de confiança de Tarcísio no comando.

A informação foi divulgada na sede do prédio Cidade 1, onde fica a equipe de transição de Tarcísio.

O titular da supersecretaria deve ser anunciado nesta sexta-feira (25), assim como o titular da Casa Civil.

O futuro governador afirmou que ambas as pastas possuem sinergias e temas correlatos e, por isso, a fusão. Além disso, haverá uma reorganização das subsecretarias.

Atualmente, a pasta de Logística e Transportes é feudo da União Brasil, que só apoiou Tarcísio no segundo turno. O presidente da Câmara Municipal de São Paulo, Milton Leite (União Brasil), tenta manter na gestão Tarcísio o espaço que já ocupa com indicações no governo Rodrigo Garcia (PSDB), mas os indicativos da equipe do futuro governador é que seu grupo deve ser desalojado da pasta.

A ideia é que seja mantido o mesmo número atual de pastas (28, incluindo secretarias extraordinárias), mas pode haver remanejamento de áreas. Tarcísio, por exemplo, prometeu uma Secretaria da Mulher, que hoje não existe.

Até o momento, Tarcísio já anunciou Renato Feder para a Secretaria de Educação e Eleuses Paiva como titular da área da saúde.