Tarefa pelo Dia da Consciência Negra pede que alunos colem palha de aço em desenho para representar cabelo

·1 min de leitura

RIO — Uma tarefa passada numa escola mineira em função do Dia da Consciência Negra, celebrado no último sábado, dia 20, repercutiu na web por pedir que os alunos usassem palha de aço para representar cabelo afro num desenho.

A atividade prática, datada desta segunda-feira, foi entregue a uma turma do 3º ano do ensino fundamental da Escola Maria Azevedo Costa, da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), em Ribeirão das Neves (MG), na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

"Dia da Consciência Negra, cole bombril no cabelo", dizia o enunciado do dever escolar, que gerou polêmica entre parentes dos estudantes.

Nas redes sociais, críticas à comparação entre palha de aço e cabelo afro não são uma novidade e, com o Dia da Consciência Negra, a temática foi reforçada por postagens que caracterizam esta percepção como racista.

Ao portal "Bhaz", a professora responsável pela atividade, Luciana Silva, afirmou que enviou a cópia da tarefa por WhatsApp aos responsáveis dos alunos, considerando que as aulas ainda ocorrem remotamente. Ela explicou que seu objetivo "foi valorizar a cultura negra e afrodescendentes com suas características".

"Com isso quis demonstrar para os meus alunos que o tipo de cabelo e ou a cor da pele não pode ser referência para dar oportunidades, bem como todos somos iguais independente das características", disse.

Diante das críticas que recebeu, a docente pediu desculpas e reforçou que não teve intenção de despertar "uma impressão de preconceito".

A instituição foi procurada pela reportagem nesta terça-feira para comentar a controvérsia por seus números de telefone disponibilizados online, mas as ligações não foram atendidas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos