Tartaruga-gigante é encontrada morta no litoral de São Paulo

·1 minuto de leitura

RIO - Uma tartaruga-de-couro (Dermochelys coriacea) foi encontrada morta, na manhã de quinta-feira, na areia da praia do bairro Satélite, em Itanhaém, no litoral de São Paulo. O animal, também conhecido como tartaruga-gigante, foi recolhido com o apoio da Prefeitura e encaminhado para a sede do Instituto Biopesca, em Praia Grande, onde passará por uma necropsia para investigar a causa da morte.

A tartaruga de 226 kg e 1,92 de comprimento estava encalhado na praia e foi localizada por uma equipe durante a execução do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos. Segundo o médico veterinário do instituto Rodrigo Valle, não se trata do mesmo animal que fez três desovas em Itanhaém entre fevereiro e março deste ano. Na ocasião, a fêmea que fez as desovas foi anilhada e o animal encontrado não apresentava a anilha.

A espécie consta como vulnerável à extinção e um dos fatores é a pesca de arrasto que favorece a mortalidade desses animais.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos