Tatá Werneck lamenta morte da avó: "Achei que não fosse suportar"

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Tatá Werneck recebe homenagem da avó (Reprodução Globoplay)
Tatá Werneck recebe homenagem da avó (Reprodução Globoplay)

Tatá Werneck usou suas redes sociais para lamentar a morte da avó, Hermelinda Arguelhes. A apresentadora afirmou que seu maior medo sempre foi ficar sem a companhia da avó, mas que encontrou forças para suportar a perda.

"Esse sempre foi meu maior medo desde criança: perder minha vó Denguinho. Minha alma gêmea. Minha melhor amiga. Minha confidente. A mulher que me ensinou a ter fé. A mulher que me ensinou a ser forte. Achei que não fosse suportar. Cheguei a desmaiar. Eu queria ter forças pra vc ir embora segurando a minha mão. Mas sou medrosa. Achei que não fosse ter coragem. Mas vc me esperou. Esperou que eu me fortalecesse. Ela me disse que só iria embora quando todo mundo tivesse feliz. Um dia antes do ano novo. Chance de recomeçar", desabafou Tatá em seu Instagram.

A apresenta compartilhou uma homenagem que recebeu da avó em julho de 2018 no "Domingão do Faustão". "Ela me botou o apelido de Denguinho. Ela entra no meu quarto e me chama assim. Aí deita na cama comigo, me abraça e me beija. Quando ela me pede pra eu rezar pra ela, eu digo que não é a reza que resolve, é o talento dela. Ninguém fez por ela, desde criança ela é assim, uma artista nata", elogiou Hermelinda sobre Tatá.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos