Taxas de juro no Reino Unido sobem pela sexta vez desde dezembro

O Banco de Inglaterra aumentou as taxas de juro no Reino Unido em meio ponto percentual. Trata-se do sexto aumento desde dezembro e o maior desde 1995.

A taxa de referência é agora 1,75%, o valor mais alto desde a crise financeira de 2008. Andrew Bailey, Governador do Banco de Inglaterra, não hesita em apontar o dedo aos culpados:

_"O aumento nos preços da energia agravou a queda dos rendimentos reais e levou por isso a um desgaste significativo na atividade económica no Reino Unido e no resto da Europa.O "choque russo" é o maior responsável pela inflação no Reino Unido. Há um_ _custo económico da guerra, mas isso não nos vai impedir de estabelecer políticas monetárias que possam trazer a inflação para a meta dos 2%."_

O objetivo é ambicioso, a inflação no Reino Unido atualmente é de 9,4%. De acordo com o banco central, deverá atingir os 13,3% em outubro, o valor mais elevado desde 1980, e poderá chegar aos 15% no início de 2023.

As previsões do Banco de Inglaterra indicam ainda que o Reino Unido irá entrar em recessão no final do ano e que o resultado será um aumento do desemprego para 5,5% em 2024.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos