Taylor Swfit lança curta escrito e dirigido por ela da versão estendida de 'All Too Well'; assista

·6 min de leitura

RIO — Taylor Swift lançou na noite desta sexta-feira o curta-metragem da versão estendida de "All Too Well", a 30ª e última faixa, com 10 minutos, do álbum "Red (Taylor's Version)", divulgado logo no início do dia.

O vídeo de quase 15 minutos, escrito e dirigido pela própria cantora, também contou com sua participação ao final, conforme o tempo da história avança até o presente, e ela faz a versão atual da protagonista. Nas cenas que representam o passado, aparecem Sadie Sink, de 19 anos, conhecida pelo papel da jovem Max em "Stranger Things", e Dylan O’Brien, 30, da série "Teen Wolf" e da saga de filmes "Maze Runner". Até o momento, a publicação já soma 2 milhões de visualizações.

As imagens de "All Too Well" são intercaladas por momentos felizes e conturbados do casal enquanto alguns deles fazem referências diretas à letra da música. Nas redes sociais, a novidade gera diversas reações de swifities compartilhando suas cenas favoritas. Não faltaram, portanto, menções ao famoso cachecol deixado na casa da irmã do ex-namorado que, por sua vez, ainda o detém, conforme citam os versos "And I, left my scarf there at your sister's house / And you've still got it in your drawer even now".

Parte do curta também destaca uma discussão entre Sadie e Dylan que, no contexto apresentado, representariam uma versão mais nova de Taylor e, segundo teorias dos fãs, o ator Jake Gyllenhaal, hoje com 40 anos. A cantora norte-americana e ele namoraram por alguns meses entre 2010 e 2011, quando Taylor tinha 21 anos, e Jake, 30.

A própria letra da música contribui para essa conclusão, considerando os trechos que dizem, em tradução livre: "Você disse que se tivéssemos idade mais próxima talvez não tivesse problema / E isso me fez querer morrer" e ainda "Mas então ele (meu pai) me observou vigiar a porta da frente a noite toda, desejando que você viesse / E ele disse: 'Deve ser divertido fazer 21 anos'.

Leia abaixo a tradução da letra da versão de 10 minutos de "All Too Well", da Taylor Swfit:

"Eu passei pela porta com você, o ar estava frio

Mas algo sobre isso, de alguma forma, me fez sentir que estava em casa

E eu deixei meu cachecol lá na casa da sua irmã

E você ainda o tem em sua gaveta, até agora

Ah, sua doce disposição e meu olhar arregalado

Estamos cantando no carro, nos perdendo no interior do estado

Folhas de outono caindo em seu devido lugar

E eu posso me recordar disso depois de todos esses dias

E eu sei que já passou e

Essa magia não está mais aqui

E posso estar bem, mas não estou nada bem

Porque lá estamos nós novamente naquela pequena rua da cidade

Você quase passou o sinal vermelho porque você estava olhando para mim

Vento no meu cabelo, eu estava lá

Eu recordo-me de tudo muito bem

Álbum de fotos no balcão, suas bochechas estavam ficando vermelhas

Você costumava ser uma criança com óculos em uma cama de solteiro

E sua mãe está contando histórias sobre você no time de tee-ball

Você me ensinou sobre seu passado, pensando que seu futuro era eu

E você estava me jogando as chaves do carro, "f* o patriarcado"

Chaveiro no chão, estávamos sempre fugindo da cidade

E eu estava pensando na descida, a qualquer momento agora

Ele vai dizer que é amor, você nunca chamou do que era

Até que estivéssemos mortos e enterrados

Verifique o pulso e volte jurando que é o mesmo

Depois de três meses na sepultura

E então você se perguntou para onde foi quando eu procurei por você

Mas tudo que eu senti foi vergonha e você segurou meu corpo sem vida

E eu sei que passou e

Não havia mais nada que eu pudesse fazer

E eu esqueço de você por tempo suficiente

Para esquecer porque eu precisava

Porque lá estamos nós de novo no meio da noite

Estamos dançando em volta da cozinha na luz da geladeira

Descendo as escadas, eu estava lá

Eu recordo-me de tudo muito bem

E lá estamos nós de novo, quando ninguém precisava saber

Você me manteve como um segredo, mas eu mantive você como um juramento

Oração sagrada e nós juramos

Para lembrar muito bem, sim

Bem, talvez nós tenhamos nos perdido na tradução

Talvez eu tenha pedido demais

Mas talvez essa coisa fosse uma obra-prima

Até você rasgar tudo

Correndo com medo, eu estava lá

Eu recordo-me de tudo muito bem

E você me liga de novo apenas para me quebrar como uma promessa

Tão casualmente cruel sob pretexto de ser honesto

Eu sou um pedaço de papel amassado deitado aqui

Porque eu me lembro de tudo, tudo, tudo

Dizem que tudo está bem quando acaba bem, mas estou em um novo inferno

Cada vez que você cruza minha mente

Você disse que se tivéssemos idade mais próxima talvez não tivesse problema

E isso me fez querer morrer

A ideia que você teve de mim, quem era ela?

Uma joia nunca carente e adorável cujo brilho se reflete em você

Não chorando em um banheiro de festa

Alguma atriz me perguntando o que aconteceu, você

Foi o que aconteceu, você

Você que encantou meu pai com piadas modestas

Bebericando café como se estivesse em um programa noturno

Mas então ele me observou vigiar a porta da frente a noite toda, desejando que você viesse

E ele disse: "Deve ser divertido fazer 21 anos"

O tempo não voa, é como se eu estivesse paralisado por ele

Eu gostaria de ser o que era de novo, mas ainda estou tentando encontrá-lo

Depois de dias e noites de camisa xadrez quando você me fez sua própria

Agora você devolve minhas coisas e eu vou para casa sozinha

Mas você guarda meu velho cachecol desde a primeira semana

Porque te lembra da inocência e cheira como eu

Você não pode se livrar disso

Porque você se lembra de tudo muito bem, sim

Porque lá estamos nós de novo quando eu te amei tanto

Antes de você perder a única coisa real que você já conheceu

Era raro, eu estava lá

Eu recordo-me de tudo muito bem

Vento no meu cabelo, você estava lá

Você se lembra de tudo

Descendo as escadas, você estava lá

Você se lembra de tudo

Era raro, eu estava lá

Eu recordo-me de tudo muito bem

E eu nunca fui boa em contar piadas, mas a parte engraçada segue

"Eu vou envelhecer, mas seus amantes continuam da minha idade"

Desde quando seu Brooklyn quebrou minha pele e ossos

Eu sou um soldado que está devolvendo metade de seu peso

E o hematoma das chamas gêmeas pintou você de azul?

Só entre nós, o caso de amor mutilou você também?

Porque no frio estéril desta cidade

Eu ainda me lembro da primeira queda de neve

E como brilhava ao cair

Eu recordo-me de tudo muito bem

Só entre nós, o caso de amor mutilou você muito bem?

Só entre nós, você se lembra de tudo muito bem?

Só entre nós, eu me lembro disso (Só entre nós), muito bem

Vento no meu cabelo, eu estava lá, eu estava lá

Descendo as escadas, eu estava lá, eu estava lá

Oração sagrada, eu estava lá, eu estava lá

Era raro, você se lembra muito bem"

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos