TCU reúne-se com coordenadores de Lula e Bolsonaro para discutir transição

***FOTO DE ARQUIVO*** BRASÍLIA, DF, 26.09.2022 - O presidente do TCU, Bruno Dantas. (Foto: Gabriela Biló/Folhapress)
***FOTO DE ARQUIVO*** BRASÍLIA, DF, 26.09.2022 - O presidente do TCU, Bruno Dantas. (Foto: Gabriela Biló/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O comitê formado pelo TCU (Tribunal de Contas da União) para acompanhar a transição reúne-se nesta quinta-feira (3) com representantes dos dois governos.

Às 9h, o presidente do tribunal, ministro Bruno Dantas, recebe o ministro da Casa Civil de Jair Bolsonaro (PL), Ciro Nogueira (PP). Ás 15h, o coordenador da transição Geraldo Alckmin (PSB). Acompanham-no o coordenador técnico da transição, Aloizio Mercadante, e a presidente do PT, Gleisi Hoffmann.

Da parte do TCU, participam das agendas, além de Dantas, os ministros Jorge Oliveira, Antônio Anastasia e Vital do Rêgo, que será o relator das contas da Presidência em 2023. Além deles, uma auditora estará presente, responsável por documentar todo o processo.

A ideia é explicar aos dois grupos como funcionará o comitê e no quê o tribunal pode auxiliar nos trabalhos.

Ao criar o comitê, o TCU alegou ser sua responsabilidade zelar pela legalidade, a legitimidade e a economicidade dos atos de gestão dos Poderes da União.

Mas a expectativa interna é de um processo transcorrendo dentro da normalidade, após a fala do presidente Jair Bolsonaro.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, já sinalizou ao ministro estar se organizando para facilitar o processo e colocar à disposição da equipe de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) todas as informações necessárias. Estão sob o seu guarda-chuva os principais bancos de dados da administração pública pelo Dataprev, Serpro e Receita.