Tebet no JN: Candidata vai focar no aumento da miséria na entrevista

Simone Tebet (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Simone Tebet (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

Simone Tebet, do MDB, será a última presidenciável sabatinada na série promovida pelo Jornal Nacional durante esta semana. A entrevista dela está marcada para às 20h55 desta sexta-feira (26).

Segundo informações da CNN Brasil, a senadora vai focar o discurso no aumento da miséria.

A ideia é que a candidata consiga aproveitar um assunto pouco explorado pelos adversários e possa capitanear o debate sobre o assunto.

Além disso, outra estratégia do emedebista será investigar no discurso da “terceira via”, se colocando como a voz moderada da eleição presidencial, e a opção contra a polarização e o radicalismo protagonizados pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Segundo informações da emissora, a senadora vai passar por uma sessão de preparação com o marqueteiro Felipe Soutello e com assessores da campanha para a entrevista desta noite.

Segundo os integrantes da campanha ouvidos pela CNN Brasil, o principal desafio da candidata ainda é se tornar conhecida pelos eleitores, que ainda desconfiam do preparo dela para assumir a gestão do país.

Por isso, durante a sabatina no JN, a senadora vai destacar a trajetória política e experiências nos cargos executivos e legislativos.

Horário diferente

Simone Tebet será a quarta e última entrevistada do Jornal Nacional. Ela terá 40 minutos de participação no programa, respondendo às perguntas dos âncoras William Bonner e Renata Vasconcellos.

Contudo, em decorrência do início da propaganda eleitoral gratuita na TV e no rádio, a conversa com Tebet se dará em horário diferente do marcado pelos outros candidatos.

A previsão de início da entrevista com Simone é às 20h55 e não mais às 20h30, como ocorreu com os outros candidatos. Antes dela, passaram pela bancada o presidente Jair Bolsonaro, na segunda (22), o ex-ministro Ciro Gomes (PDT), na terça (23), e o ex-presidente Lula, na quinta (25).

SABATINA DO JORNAL NACIONAL

O Jornal Nacional, da TV Globo, realiza tradicionalmente a sabatina de perguntas com os candidatos à Presidência da República mais bem colocados nas pesquisas eleitorais.

A condução dos questionamento é feita pelos apresentadores do Jornal Nacional: William Bonner e Renata Vasconcellos. As entrevistas ocorrem nos estúdios da Globo no Rio de Janeiro.

A sabatina pela qual os candidatos serão submetidos é considerada fundamental por estrategistas das campanhas, que veem uma boa possibilidade de conseguir "furar a bolha" e expor suas ideias no telejornal de maior audiência do país. As sabatinas do Jornal Nacional preveem 40 minutos de participação de cada candidato.

Veja como foi a sabatina de Jair Bolsonaro no Jornal Nacional

Veja como foi a sabatina de Ciro Gomes no Jornal Nacional

Veja como foi a sabatina de Lula no Jornal Nacional

O primeiro presidenciável entrevistado foi o atual presidente e candidato à reeleição Jair Bolsonaro (PL). Bolsonaro abriu a série de entrevistas na segunda-feira (22). Ciro Gomes, do PDT, foi o entrevistado de terça (23). Luiz Inácio Lula da Silva (PT) participa nesta quinta (25) e Simone Tebet (MDB) fechará a série, na sexta (26).

A seleção dos candidatos teve por base as cinco melhores colocações na pesquisa eleitoral divulgada pelo Datafolha em 28 de julho: Lula, Bolsonaro, Ciro, Tebet e André Janones (Avante). Janones, no entanto, decidiu retirar sua candidatura.

A ordem das entrevistas e as datas foram decididas em um sorteio realizado em 1º de agosto com representantes dos partidos.