Técnico de enfermagem é preso por importunação sexual e estupro de vulnerável em SP

·2 min de leitura

Um técnico de enfermagem, 46 anos, foi indiciado por importunação sexual e estupro de vulnerável, em um hospital de Peruíbe, no litoral de São Paulo. Ele tentou passar a mão em uma colega de trabalho enquanto ela dormia.

Segundo a Polícia Civil, os crimes aconteciam desde 2018 na sala de descanso da Unidade de Pronto Atendimento (UPA). A conclusão da PC é que sete mulheres foram vítimas dele, além de uma adolescente que foi estuprada, filha de uma ex- namorada.

As imagens divulgadas pelo G1 mostram o acusado deitado no chão da sala de descanso da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), em Peruíbe, e outra funcionária está dormindo em uma cama próxima, então é possível vê-lo passando a mão na mulher.

A polícia também concluiu que ele se aproveitava das mulheres enquanto elas dormiam, muitas vezes em sono profundo, para passar a mão nas partes íntimas; como seios, nádegas e genitais. Ele também teria encostado seu órgão genital nas mãos de uma paciente de 55 anos durante um atendimento.

Leia também

“Acordei com ele passando a mão nas minhas costas, mas quando chegou perto do bumbum, eu acordei e apertei o dedo dele. Falei pra ele me respeitar, e ele disse que tava brincando”, relatou uma das vítimas.

O acusado foi encaminhado para à cadeia pública da cidade, a polícia espera que com a divulgação da prisão, outras vítimas se apresentem e prestem depoimento. Ele permanece preso durante as investigações que correm sob segredo de justiça.

Crime de importunação sexual

O Crime de Importunação Sexual é definido pela denominada Lei de Importunação Sexual (Lei 13.718/18), cuja base foi o Projeto de Lei 5.452/2016, apresentado pela senadora Vanessa Grazziotin, ainda no ano de 2016. O PL foi discutido e aprovado pelo Senado Federal, e sancionado pelo Presidente da República no dia 24 de setembro de 2018, tendo a sua vigência criada ainda naquele ano.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos