Técnico do Lyon ironiza boato de demissão de brasileiro por pum

Jornal L'Équipe, da França, relatou que a dispensa do zagueiro brasileiro Marcelo, do Lyon, teria sido por um pum no vestiário.
Jornal L'Équipe, da França, relatou que a dispensa do zagueiro brasileiro Marcelo, do Lyon, teria sido por um pum no vestiário. Foto: (Marcio Machado/Eurasia Sport Images/Getty Images)

Publicada pelo jornal francês especializado em futebol L'Équipe, a história de que o zagueiro brasileiro Marcelo teria sido dispensado do Lyon por ter soltado um pum e rido no vestiário após a derrota por 3 a 0 da equipe para o Angers, o que teria causado revolta em Juninho Pernambucano e demitido o brasileiro, voltou à tona esta semana, quando o zagueiro e o técnico Peter Bosz tiveram de se pronunciar sobre o tema.

Inicialmente, na terça-feira, Marcelo Guedes, através de seu perfil oficial no Twitter, disse que: "Obrigado ao L'Équipe, depois de muito tempo, eu tenho de voltar ao Twitter para negar todas as acusações. Jornalismo nos dias de hoje é uma piada".

Leia também:

Peter Bosz, à frente do Lyon desde a última temporada, concedeu entrevista em tom de humor ao comentar sobre o inusitado caso, negando, também, que a razão pelo afastamento e demissão de Marcelo tenha sido a flatulência: "Fiquei surpreso na segunda-feira quando vi nos jornais o motivo de Marcelo ter sido demitido. Se a gente demitir todo mundo que soltar pum, eu termino a temporada sem jogador".

Antes do Lyon, onde atuou entre os anos de 2017 e 2022, com 167 partidas disputadas e oito gols marcados, Marcelo, que foi revelado pelo Santos, passou por Hannover, da Alemanha, PSV, da Holanda, e Besiktas, da Turquia. Atualmente, o zagueiro ainda disputa a primeira divisão do Campeonato Francês, mas no Bordeaux, que é o lanterna da competição. Na equipe francesa, ele tem contrato até o final da atual temporada.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos