Nelson Teich estima pior fase da pandemia de coronavírus no Rio de Janeiro

Nas primeiras falas, o ministro buscou reforçar sinais de alinhamento ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido). (AP Photo/Eraldo Peres)

Por Paulo Pacheco

O ministro da Saúde, Nelson Teich, estipulou com sua equipe quando o Rio de Janeiro entrará na pior fase da pandemia de coronavírus. O estado contabiliza 971 mortes e 10.546 casos confirmados.

Segundo o jornalista Lauro Jardim, de "O Globo", a pasta federal calcula que o sistema de saúde fluminense começará a apresentar sinais de colapso em aproximadamente dez dias.

Leia também:

Empossado há duas semanas, o novo ministro da Saúde, Nelson Teich, tem evitado divulgar dados negativos em relação à pandemia do novo coronavírus, que no Brasil contabiliza mais de 97 mil casos confirmados e 6.761 mortes até o último sábado (2).

Nas primeiras falas, o ministro buscou reforçar sinais de alinhamento ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Chegou a dizer que o país "não sobrevive um ano parado" e negou haver um "crescimento explosivo de casos", mesmo o Brasil estando entre os dez países mais atingidos pela doença.

Mandetta, antecessor de Teich, deixou o ministério após divergências com Bolsonaro sobre métodos preventivos contra o coronavírus, principalmente o distanciamento social, e uso de medicamentos sem comprovação científica, como a cloroquina.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.