Tela de apoiadora com imagem de Bolsonaro viaja de FAB para ser exibida em live do presidente

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

BRASÍLIA — Um detalhe na tradicional "live" semanal do presidente Jair Bolsonaro do dia 17 de março chamou a atenção de quem a assistia. Ao fundo, uma tela de cores vivas retratava o próprio presidente com um largo sorriso, segurando uma "caneta Bic", ao lado de uma águia e duas bandeiras. A mesma imagem ainda trazia outra representação de Bolsonaro, sobreposta, dessa vez com um olhar contemplativo.

Quem frequenta as redes sociais bolsonaristas identificou os traços e o estilo marcante da obra, característica da artista Lucimary Billhardt. Apoiadora do presidente, ela ganhou notoriedade por quadros que retratam Bolsonaro e seus aliados com referências a símbolos da direita e temas religiosos. Ela já pintou o presidente chorando ao lado de Jesus, com o ex-presidente americano Donald Trump, e até cercado por animais em posição de prece. Também costuma pintar adversários do presidente, como o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, associado a imagens demoníacas.

O que não se sabia era o périplo de Billhardt para que o quadro chegasse a Bolsonaro. Após considerar que ficaria caro enviar o presente por conta própria do Rio de Janeiro, onde mora, até Brasília, ela procurou a Força Aérea Brasilia (FAB) solicitando o transporte. Foi antendida prontamente.

Veja, em reportagem exclusiva para assinantes, o que Billhardt diz sobre o envio do quadro por meio de um avião da FAB e conheça mais sobre a artista, apoiadora do presidente Jair Bolsonaro, que falou ao GLOBO em entrevista por e-mail. Saiba também o que diz a FAB sobre o transporte da tela e veja outros presentes recebidos pelo chefe do Planalto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos