Telescópio Espacial James Webb captura a melhor imagem de Netuno até hoje

Telescópio Espacial James Webb captura a melhor imagem de Netuno até hoje (Foto: NASA)
Telescópio Espacial James Webb captura a melhor imagem de Netuno até hoje (Foto: NASA)
  • O Telescópio Espacial James Webb capturou a melhor visão dos anéis do astro gelado em mais de 30 anos;

  • Nesses comprimentos de onda, o planeta não parece azul;

  • A imagem também mostra sete das 14 luas confirmadas de Netuno.

O planeta mais distante do Sistema Solar finalmente foi capturado pelas lentes do Telescópio Espacial James Webb. Os pesquisadores do observatório compartilharam a primeira imagem de Netuno e a melhor visão dos anéis do astro gelado em mais de 30 anos.

A imagem não é apenas clara, mas oferece a primeira visão dos anéis baseados em poeira no espectro do infravermelho próximo. Nesses comprimentos de onda, o planeta não parece azul – ele absorve tanta luz infravermelha e vermelha visível que assume uma aparência escura e fantasmagórica.

A imagem também mostra sete das 14 luas confirmadas de Netuno, incluindo Tritão (a 'estrela' no topo), bem como Galatea, Naiad, Thalassa, Despina, Proteus e Larissa. Os pontos brilhantes e listras no planeta representam nuvens de metano-gelo, incluindo um redemoinho em torno de um vórtice no pólo sul. A aparência atraente de Triton é o produto tanto dos picos de difração do telescópio James Webb quanto de uma superfície de nitrogênio condensado que normalmente reflete 70% da luz solar.

Netuno (Foto: NASA)
Netuno (Foto: NASA)

Netuno é um alvo particularmente importante para os cientistas. A cerca de 4,5 bilhões de milhas do Sol, é longe o suficiente para lidar com condições que não estão presentes em planetas mais próximos, como temperaturas muito baixas e uma órbita muito longa (164 anos). A estranha órbita retrógrada de Tritão sugere que pode ser um objeto do Cinturão de Kuiper que sucumbiu à atração gravitacional de Netuno.

Este é apenas o início dos estudos usando o telescópio James Webb, e os pesquisadores esperam coletar mais observações de Netuno e Tritão no próximo ano. Tal como acontece com os recentes olhares para Marte e Júpiter , os astrônomos estão apenas coletando dados preliminares nesta fase. Você pode ter que esperar um pouco antes que haja mais insights que possam melhorar nossa compreensão de Netuno e do espaço em geral.