Tema da redação do Enem Digital é desafio de reduzir desigualdades entre regiões do país

Renato Grandelle
·1 minuto de leitura
Foto: Paulo Guereta/Photo Premium/Agência O Globo

RIO — O tema da redação do Enem Digital, formato adotado pela primeira vez este ano, é "O desafio de reduzir as desigualdades entre as regiões do Brasil".

Na versão presencial do exame, o tema da redação, aplicado no dia 17, foi "O estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira", cujo caráter socialmente inclusivo foi elogiado por professores.

Cerca de 93 mil alunos estão inscritos no Enem Digital, um projeto-piloto realizado este ano em 104 cidades do país. Embora a prova seja realizada no computador, os alunos devem ir até onde os locais onde ela é aplicada.

A avaliação será feita nas máquinas disponibilizadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela aplicação do Enem.

O Enem presencial, realizado nos dias 17 e 24, bateu um índice recorde de abstenções. No primeiro dia, 51,5% dos candidatos faltaram à prova; no segundo, 55,3%.

Professor de redação do Colégio e Curso AZ, David Gonçalves afirma que o tema explorado no modelo digital da prova é mais abrangente do que o explorado pelo presencial.

— Precisamos saber se os textos de apoio deram um direcionamento ao aluno. Do contrário, há diferentes vertentes para análise, como a desigualdade econômica, social, e de educação, e concentrar a redação em apenas uma delas pode não ser uma boa ideia — pondera. — O ideal seria que o Enem digital seguisse o enunciado da redação da prova presencial, quando, ao se falar sobre "estigma" associado às doenças mentais, ficou claro que o foco deveria ser o preconceito, e não uma fala sobre a saúde pública em geral.

Temas anteriores:

Confira os temas abordados nas redações do Enem nos últimos anos: