Temer deve fazer pronunciamento à nação ao completar um ano de governo

Por Lisandra Paraguassu

Por Lisandra Paraguassu

BRASÍLIA (Reuters) - O Palácio do Planalto planeja um pronunciamento em cadeia de rádio e tevê para marcar um ano de governo, no dia 12 deste mês, disseram à Reuters fontes governamentais.

O pronunciamento seria o terceiro do presidente em cadeia nacional desde que assumiu o governo. O primeiro deles foi logo depois do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, quando foi efetivado como presidente. O outro, em dezembro, na véspera do Natal.

Desde então, todas os vídeos gravados por Temer tem sido distribuídos apenas nas redes sociais, como aconteceu com a mensagem pelo Dia do Trabalho, na segunda-feira.

A intenção do governo é que o presidente faça um balanço do que conseguiu avançar nesses 12 meses, incluindo a votação das reformas. O discurso é que, depois de passar por essas mudanças, o governo Temer será o governo da passagem da crise econômica para o desenvolvimento.

"Apesar de ter sido um período turbulento, muita coisa foi feita, tem muita coisa para apresentar. As coisas aconteceram", disse uma das fontes.

Ainda existe a possibilidade de o presidente dar uma entrevista ou declarações à imprensa, disse uma das fontes. Mas o modelo mais provável até agora é a cadeia de rádio e tevê.

O governo deve iniciar também, nos próximos dois meses, novas campanhas publicitárias reforçando a ideia da travessia entre a crise e a recuperação econômica.

Uma licitação que contratou três novas agências de publicidade --Leo Burnett, Propeg e Nova/SB-- foi fechada por 208 milhões há cerca de duas semanas.

(Reportagem de Lisandra Paraguassu)