Temer diz que crise com carne está sendo superada, questão da UE ainda permanece

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Michel Temer disse nesta terça-feira que os problemas enfrentadas pelas exportações de carne brasileira após a operação Carne Fraca da Polícia Federal está sendo superada, embora tenha reconhecido que as questões com a União Europeia ainda permanecem e estão sendo tratadas pelo ministro da Agricultura, Blairo Maggi.

Temer disse a jornalistas, após participar de evento da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) nesta noite em Brasília, que Maggi terá novas conversas com representantes do bloco europeu nesta semana e na próxima para discutir a venda de carne brasileira à UE.

"Acho que o problema está sendo superado, ainda permanece a questão da união europeia, o ministro Blairo acabou de me dizer que vai ter novas conversações durante essa semana e a semana que vem", disse Temer a jornalistas.

"Técnicos virão ao Brasil para inspeção, mas veja que em pouquíssimo tempo vários países que iriam eventualmente embargar não o fizeram, e portanto revelando a higidez da carne brasileira", acrescentou.

Nesta terça, Hong Kong, um dos maiores importadores de carnes do Brasil, anunciou a suspensão de embargos ao produto brasileiro.

Juntamente com a China, que suspendeu a proibição no último sábado, Hong Kong comprou quase um terço dos 14 bilhões de dólares em exportações de carnes (bovina, suína e de frango) realizadas pelo Brasil no ano passado.

(Reportagem de Lisandra Paraguassu)