Temer diz que se houver necessidade haverá adaptações à lei de terceirização

O presidente brasileiro Michel Temer durante evento no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo 03/04/2017 REUTERS/Nacho Doce

SÃO PAULO (Reuters) - O presidente Michel Temer admitiu nesta terça-feira que o governo pode fazer eventuais adaptações à lei de terceirização aprovada pelo Congresso.

Ao sair de evento empresarial em São Paulo, Temer disse, no entanto, que a nova lei não trará nenhum prejuízo aos trabalhadores.

(Reportagem de Eduardo Simões)