Temer intermedia por encontro entre Bolsonaro e Moraes

·1 minuto de leitura
Temer e Moraes em cerimônia em fevereiro de 2017 (Foto: ANDRESSA ANHOLETE/AFP via Getty Images)
Temer e Moraes em cerimônia em fevereiro de 2017 (Foto: ANDRESSA ANHOLETE/AFP via Getty Images)

Durante a conversa por telefone intermediada pelo ex-presidente Michel Temer, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), acertaram que irão se encontrar em breve. A informação foi revelada pelo jornalista Lauro Jardim, do jornal O Globo.

O encontro presencial não tem data marcada, mas é certo que não será apenas entre os dois. Temer, que indicou Moraes ao STF, deve estar presente, assim como os ministros Ciro Nogueira (Casa Civil) e Fábio Faria (Comunicações).

Leia também

Mais cedo nesta quinta (9), Bolsonaro postou uma carta com a ajuda de Temer voltando atrás de algumas promessas que fez em seus discursos no feriado de 7 de setembro.

Dois dias depois de dizer que não respeitaria mais as ordens dadas por Alexandre de Moraes, ministro do Supremo Tribunal Federal, Bolsonaro afirmou que nunca teve intenção de agredir outros poderes. Agora, o presidente atribuiu os ataques ao "calor do momento".

"A harmonia entre eles não é vontade minha, mas determinação constitucional que todos, sem exceção, devem respeitar", declarou. 

Bolsonaro comentou especificamente a questão de Moraes e disse que entende que os conflitos são resultado das decisões do ministro tomadas no âmbito do inquérito das fake news. "Mas na vida pública as pessoas que exercem o poder, não têm o direito de 'esticar a corda', a ponto de prejudicar a vida dos brasileiros e sua economia. Por isso quero declarar que minhas palavras, por vezes contundentes, decorreram do calor do momento e dos embates que sempre visaram o bem comum."

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos