Temer usou verba da Saúde para nova campanha publicitária

(Fátima Meira/Futura Press)

O presidente Michel Temer teria utilizado verbas do Ministério da Saúde para veicular a mais recente campanha institucional de seu governo, que começa a circular nesta segunda-feira, 21. De acordo com a coluna de Lauro Jardim no jornal O Globo, Temer teria utilizado dinheiro de publicidade de outros ministérios para a campanha que celebra as conquistas do seu governo nos últimos dois anos.

Somente do Ministério da Saúde foram retirados R$ 22 milhões, dinheiro que, inicialmente, deveria ser utilizado para a criação e veiculação de campanhas de utilidade pública, como vacinação, doações de órgãos e outras de informação da população.

Avanços

A campanha institucional, divulgada na semana passada, traz o slogan: “O Brasil voltou, 20 anos em 2”. Ela chegou a ser criticada por membros do próprio governo, já que, sem o uso da vírgula, pode mudar o sentido, dando a impressão de que o país regrediu 20 anos em apenas 2. Ela começa a ser veiculada oficialmente nesta segunda-feira, 21.

Temer: “Fiz em dois anos o que outros não fizeram em 20”

O presidente publicou na última terça-feira, 15, uma coluna no jornal Folha de São Paulo destacando conquistas dos seus últimos dois anos no poder. “Em 24 meses, recuperamos a Petrobras, o Banco do Brasil, os Correios, a Caixa Econômica Federal; elevamos o PIB a patamar positivo, melhoramos a gestão pública, ajudamos estados e municípios; reformamos leis e instituições. Trabalhamos sem parar”, afirmou.

Temer destacou ainda que seu trabalho fez “em dois anos o que outros não fizeram em 20 anos”, enquanto se dirigiu exclusivamente aos leitores“O Brasil e os brasileiros têm escolha fundamental a fazer neste ano. Continuar no caminho certo, com resultados reais, ou buscar alternativas que podem gerar insegurança, crise, dívidas, inflação, recessão, desemprego, pessimismo e desesperança”.