Tempestade "Nalgae" faz 45 mortos nas Filipinas

Pelo menos 45 pessoas morreram, no sul das Filipinas, em deslizamentos de terra e inundações na sequência de fortes chuvas.

As autoridades reviram em baixa o número de vítimas horas depois de terem anunciado 72 mortos, 14 desaparecidos e 33 feridos.

A tempestade tropical "Nalgae" atingiu este sábado o território e ameaça agora a capital, Manila, onde habitam 13 milhões de pessoas.

As fortes chuvas começaram na noite na quinta-feira, na região. A intempérie obrigou já à retirada de mais de sete mil pessoas.

Em setembro, o tufão Noru matou pelo menos dez pessoas e deixou um rasto de destruição.

"A nossa casa já tinha sido danificada pelo último tufão, por isso estou preocupada. Se a tempestade se intensificar a casa pode ficar destruída pois ainda não a restaurámos", teme uma filipina.

Outro filipino diz: "Tenho medo da tempestade, mas tenho de sair para trabalhar. Caso contrário, os nossos porcos passarão fome se eu não os alimentar".

As autoridades do país suspenderam os serviços de ferry em grande parte do arquipélago e colocaram em espera mais de 100 voos devido à tempestade "Nalgae".

Em média, mais de 20 tufões atingem as Filipinas, todos os anos. Em abril, cerca de 150 pessoas morreram após a passagem da tempestade tropical "Megi" pelo país.