Tempestade de neve afeta a costa leste dos Estados Unidos durante campanha de vacinação

·1 minuto de leitura
Nova York pode ser afetada pela maior quantidade de neve em quatro anos

Uma tempestade de neve atingiu a costa leste dos Estados Unidos durante a madrugada de quinta-feira, em plena campanha de vacinação na região para enfrentar a pandemia de coronavírus.

A tempestade de inverno, que afeta Nova York, Pensilvânia e outros estados, deixou até o momento quase 30 centímetros de neve acumulada, uma semana antes do Natal.

Mas se a previsão meteorológica acertar, a cidade de Nova York enfrentará a maior quantidade de neve em mais de quatro anos, depois de registrar mais de 60 cm em janeiro de 2016.

Autoridades dos estados de Nova York e da Pensilvânia anunciaram que estão preparadas para enfrentar a tempestade e garantir as entregas de vacina de acordo com o previsto. Veículos de limpeza foram mobilizados para manter os caminhos livres.

As empresas de entrega FedEx e UPS, responsáveis por distribuir as vacinas, também anunciaram medidas para superar os efeitos da tempestade.

O Serviço de Meteorologia Nacional (NWS) indicou que a neve pode superar 60 centímetros em algumas localidades e que há muitas probabilidades de que "esta grande tempestade de inverno tenha impactos significativos, incluindo interrupções nas viagens e cortes de energia".

Centenas de escolas fecharam as portas e retomaram as aulas à distância que predominaram durante a pandemia.

As companhias aéreas também cancelaram centenas de voos.

jfx/leg/yo/gma/fp