Tempestade de neve atinge Washington e amplia caos no transporte aéreo

·2 min de leitura

Depois de uma semana de festas repleta de cancelamentos de voos e de um pico dos casos de covid-19 nos Estados Unidos, uma nevasca piorava nesta segunda-feira (3) o caos nos transportes e levava ao fechamento de escolas e serviços federais em Washington e na região vizinha.

São esperados entre 12 e 25 cm de neve sobre a capital, alertou o serviço meteorológico americano, que colocou Washington e o estado da Virgínia sob alerta de tempestade de inverno até as 16h locais. O fenômeno, que atinge grande parte da costa americana com fortes ventos acompanhados de nevascas, pode causar "tempestades de neve e inundações", informou.

- Cortes de luz e escolas fechadas -

Na manhã desta segunda-feira, o governo anunciou o fechamento dos serviços federais na cidade de Washington, cancelando a coletiva de imprensa diária da Casa Branca e a única votação do dia no Senado, adiada para amanhã.

A prefeitura de Washington ordenou a paralisação da circulação de ônibus e o fechamento dos centros de testes de covid-19, bem como a suspensão da distribuição dos testes rápidos. Muitas escolas também fecharam nesta segunda-feira na região de Washington, Maryland e Virgínia.

O presidente americano, Joe Biden, enfrentou as consequências da tempestade ao retornar à capital após alguns dias de férias em Delaware. O avião presidencial ficou bloqueado por 30 minutos na pista enquanto funcionários removiam a neve. Mais tarde, a comitiva presidencial demorou mais do que o normal para chegar à Casa Branca.

- Caos no tráfego aéreo -

A nevasca também acentuou o caos que reina há semanas no tráfego aéreo dos Estados Unidos devido ao surto de infecções pela variante Ômicron. Os aeroportos Ronald-Reagan e Washington-Dulles, bem como o de Baltimore, registraram muitos cancelamentos de voos, de acordo com o site Flightaware.

Por volta das 13h locais, 2.700 voos domésticos ou internacionais que tinham os Estados Unidos como origem ou destino haviam sido cancelados, após 2.650 cancelamentos no domingo e 2.570 no sábado, segundo a mesma fonte, o que representa mais da metade dos quase 4.300 voos cancelados em todo o mundo naquele momento.

Os cancelamentos se devem principalmente ao fato de que a variante impede que muitos pilotos, comissários de bordo ou pessoal de terra trabalhem, porque estão doentes ou estiveram em contato com alguém que testou positivo.

bur-mlm/bgs/dga/elg/jc/lb

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos