Fiji evacua moradores e turistas perante a chegada do ciclone "Evan"

Sydney (Austrália), 16 dez (EFE).- Moradores e turistas foram evacuados para refúgios pelas autoridades de Fiji por causa da chegada neste domingo do ciclone "Evan", que depois de causar pelo menos quatro mortos em Samoa, se aproxima reforçado ao arquipélago fijiano, segundo informa a imprensa local.

Os serviços meteorológicos elevaram "Evan" a categoria 4 em uma escala de 5, à medida que esta tempestade tropical se aproxima de Fiji, onde se prevê que chegue esta noite, com ventos de 165 km/h e sequências que podem atingir os 230.

"Devemos nos preparar perante um aumento da força do vento a última hora do dia", disse Misaele Funaki, do serviço meteorológico fijiano, à rádio estatal, onde também alertou de altas do nível do mar de até cinco metros.

Perante as previsões que apontam para ventos destrutivos e fortes chuvas, as autoridades fijianas evacuaram moradores de áreas baixas suscetíveis de ficar inundadas e transferiram para a ilha principal de Viti Levu os turistas que estavam em complexos de férias nas ilhas Yasawa e Mamanuca.

O primeiro-ministro interino de Fiji, Frank Bainimarama, advertiu da "seriedade" de uma situação na qual "cada fijiano se verá afetado".

Companhias aéreas como Air Pacific e Jet Star suspenderam cinco voos entre Fiji e aeroportos da Austrália e Nova Zelândia previstos para hoje e amanhã.

"Evan" é o primeiro ciclone ao qual foi atribuído um nome no presente verão no Pacífico Sul, uma região acostumada a estes fenômenos naturais. EFE

Carregando...

Siga o Yahoo Notícias