Temporal deixa três mortos em SC, incluindo criança de 4 anos

CURITIBA, PR (FOLHAPRESS) - Os corpos de um homem de 30 anos e de uma menina de 4 foram encontrados soterrados na casa em que moravam no Morro do Pico, na cidade de Rodeio (SC), no Vale do Itajaí. Outro homem de 41 anos morreu na mesma cidade ao tentar atravessar uma ponte e ser arrastado pela água.

As mortes foram confirmadas nesta quarta-feira (18) pelo Corpo de Bombeiros Militar, após fortes chuvas que atingiram o estado. Há, ainda, uma bebê de 1 ano e um homem de 50 anos desaparecidos em Rodeio. As buscas são feitas com o auxílio de helicóptero e cães farejadores.

Segundo os bombeiros, ao menos três deslizamentos foram registrados no Morro do Pico na noite desta terça (17), quando foram iniciadas as buscas pelos desaparecidos.

O grande volume de água que descia pelo morro impossibilitou a continuidade do resgate, que foi retomado nesta manhã, informou a corporação.

Em uma das casas foram encontrados o homem e a menina de 4 anos. A moradia ficou completamente destruída e grande parte da estrutura desceu para um córrego próximo.

Outros moradores do local precisaram ser retirados de suas casas por risco de novos desabamentos.

Nas últimas 12 horas, a região registrou 170 mm de chuva, cinco vezes mais do que o normal, afirma Cesar Nunes, diretor de gestão de desastres da Defesa Civil de Santa Catarina. "Com o solo molhado desde dezembro, resultado das constantes chuvas, a situação complicou."

Segundo ele, os municípios mais atingidos pela chuva desta madrugada foram Rodeio, Indaial, Timbó, São Bento do Sul, Lajes, Xanxerê e Ascurra.

Cratera em rodovia Em Indaial, uma cratera de dois metros se abriu na BR-470 e interditou totalmente o trânsito no km 75. Novos deslizamentos também foram registrados em outros trechos da rodovia, mas sem interdição. Um acesso secundário permite a passagem de veículos leves pela SC-477 e pela SC-110.

"Dnit e PRF trabalham para restabelecer o fluxo de veículos de carga, mas quem planeja viagens deve ficar atento pois temos alerta de chuva forte novamente para sexta-feira [dia 20]", afirmou o diretor da Defesa Civil.