Tenho que pedir desculpas ao Tarcísio, não para jornalista, diz Douglas Garcia

***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 11.07.2019 - O deputado estadual Douglas Garcia (Republicanos) em seu gabinete. (Foto: Karime Xavier/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 11.07.2019 - O deputado estadual Douglas Garcia (Republicanos) em seu gabinete. (Foto: Karime Xavier/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Em vídeo publicado nas redes sociais nesta quarta (14), o candidato à Câmara dos Deputados Douglas Garcia (Republicanos) disse que precisa pedir desculpas ao correligionário Tarcísio de Freitas, que concorre ao Governo de São Paulo, após agredir verbalmente a jornalista Vera Magalhães.

"Se é para eu pedir desculpas para alguém, não é para jornalista nenhum. Eu tenho que pedir desculpas para o Tarcísio", afirmou ele, que diz ter registrado um boletim de ocorrência contra a jornalista.

Tanto Tarcísio como Douglas têm o apoio do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Após o debate com candidatos ao Governo de São Paulo, nesta terça, Douglas se sentou ao lado de Vera e, gravando com seu celular, perguntou se ela recebeu dinheiro para falar mal do governo Bolsonaro.

Ele, que hoje é deputado estadual, repetiu ataque feito pelo presidente durante debate entre candidatos ao Planalto no mês passado e disse que ela é "uma vergonha para o jornalismo".

No momento das hostilidades, Leão Serva, apresentador do debate realizado pela TV Cultura, Folha de S.Paulo e UOL, intercedeu a favor de Vera. O jornalista pegou o celular do deputado e o arremessou longe.

Douglas, aos berros, questionou: "Por que você fez isso?". O deputado se retirou gritando "jornazistas".

Mais cedo, Tarcísio condenou as agressões por meio das redes sociais. À coluna Mônica Bergamo, da Folha, afirmou ter pedido desculpas a Vera. "Telefonei e pedi desculpas por esse cara [Douglas] estar lá com uma credencial cedida pela minha campanha. Eu mal o conheço, nem tenho contato com esse idiota."