Tenista tcheca Krejcikova é campeã de Roland Garros

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

PARIS (Reuters) - A desconhecida tcheca Barbora Krejcikova completou uma transição de conto de fadas de especialista em duplas para campeã de simples em Grand Slam neste sábado, derrotando a russa Anastasia Pavlyuchenkova em uma final bastante disputada para ganhar o título de Roland Garros.

A jogadora de 25 anos, ex-número um de duplas, derrotou Pavlyuchenkova por 6-1 2-6 6-4 e se tornou a primeira tcheca a erguer a Copa Suzanne Lenglen desde que Hana Mandlikova, que representou a Tchecoslováquia, triunfou em 1981.

Krejcikova estava definhando fora do top 100 antes do Aberto da França de 2021 - seus preparativos restritos a uma série de eventos do Circuito da ITF em casa - mas uma corrida até a quarta rodada em Paris mudou sua carreira.

Seus preparativos foram muito mais sólidos este ano, pois ela ganhou seu primeiro título WTA em Estrasburgo, e Krejcikova agora estendeu sua série de vitórias para 12 jogos.

Ela entrou em Paris como 33ª do ranking e subirá para 15ª quando o ranking for atualizado na segunda-feira.

"É difícil juntar as palavras agora. Não posso acreditar no que acabou de acontecer, que acabei de ganhar um Grand Slam", disse Krejcikova depois de se tornar a primeira vez campeã feminina em Paris pelo sexto ano consecutivo.

Krejcikova, que se tornou campeã de duplas de Roland Garros em 2018 com a parceira Katerina Siniakova, terá a chance de completar a dobradinha em Paris, já que também alcançou a final de duplas, no domingo.

(Por Julien Pretot e Sudipto Ganguly)

((Tradução Redação São Paulo))

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos