Tensão entre Belgrado e Pristina

Milhares de mulheres sérvias kosovares percorreram as ruas de Mitrovica para pedir o fim da tensão entre Belgrado e Pristina.

Em causa está o impasse sobre as matrículas sérvias nos automóveis. Os dois lados não conseguiram chegar a um acordo a longo prazo sobre o assunto, apesar da forte mediação tanto da União Europeia como dos Estados Unidos.

O prazo para a troca de 10 mil matrículas terminava esta terça-feira mas foi adiado pelo governo kosovar, que exige à minoria sérvia, que vive no norte do país, que deixe de usar matrículas do país vizinho.

Mais de 3500 militares de manutenção da paz da NATO ainda estão destacados no Kosovo. A comunidade internacional receia que a polémica sobre as matrículas possa conduzir à violência entre as duas comunidades na região.

Para a União Europeia, os dois países estão “perto do precipício e devem solucionar o contencioso ou enfrentar o regresso ao seu passado violento”.