Tensão com a China: Presidente da Câmara dos EUA chega a Taiwan

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Nancy Pelosi (Foto: REUTERS/Jonathan Erns)
Nancy Pelosi (Foto: REUTERS/Jonathan Erns)

A presidente da Câmara dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, desembarcou nesta terça-feira (2) em Taiwan em meio a tensão entre os americanos e os chineses.

A parada, a primeira para um presidente da Câmara dos EUA em 25 anos, não está no itinerário público de Pelosi e ocorre em um momento em que as relações entre Estados Unidos e China estão em baixa.

Segundo uma autoridade taiwanesa, Pelosi deve passar a noite em Taiwan.

A presidente da Câmara chegou a Singapura nesta segunda (1º) para a primeira parada oficial da turnê pela Ásia.

O itinerário da delegação ainda deve incluir escalas na Coreia do Sul e no Japão, mas nenhuma menção foi feita a uma visita a Taiwan oficialmente.

A China já havia alertado contra o “grave impacto político” da visita de Pelosi à ilha autônoma que a China reivindica como parte de seu território, e reiterou que seus militares “não ficarão de braços cruzados” se Pequim sente que sua “soberania e integridade territorial” está sendo ameaçada.

O ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, disse hoje que os políticos norte-americanos que "brincam com fogo" na questão de Taiwan "não terão um bom fim", de acordo com uma declaração do ministério.

*Com informações da Reuters e da CNN Internacional

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos