Teoria diz que eclipse provou que a Terra é plana

Você se enganou ao pensar que a cobertura midiática do eclipse solar havia terminado. Seu feed do Instagram foi inundado por fotos de famosos usando óculos protetores, dignos de filmes de ficção científica – embora alguns, como o presidente dos Estados Unidos, tenham optado por observar o fenômeno sem eles – e imagens espetaculares que mostram a inexplicável e impressionante grandeza do universo, mas o melhor ainda estava por vir.

Enquanto a comunidade científica se dispõe a estudar todos os dados colhidos nesta bela e misteriosa ocasião em que a Lua se colocou diante do Sol, alguns indivíduos chegaram a uma conclusão: Acreditam que o eclipse comprovou a sua maior crença: de que a Terra é plana.

Embora pareça incrível que depois de ver como a Lua eclipsou o Sol alguém duvide de que a Terra orbita ao redor do Sol e de que a Lua orbita ao redor da Terra, os seguidores da teoria que pretende demonstrar que nosso planeta é plano estão mais seguros e confiantes do que nunca.

Não pense que os defensores desta ideia se baseiam em crenças antigas e obscurantistas; esta teoria é defendida por um grupo amplo, que inclui “intelectuais” e “cientistas” que consideram que nós, reles mortais, estamos sendo vítimas de uma teoria da conspiração para acreditarmos que a Terra é esférica, e não plana.

Há pessoas que desafiam a teoria dominante e seguem as palavras de John Davies, teórico da Terra plana que assegura, com muita convicção, que nosso planeta é horizontalmente infinito e tem pelo menos 9 mil quilômetros de profundidade.

Outro grupo, liderado por James McIntyre, da Flat Earth Society, defende que a Terra é um disco com cerca de 24.900 milhas de diâmetro e que, obviamente, não é perfeitamente plana devido aos fenômenos geológicos como vales e montanhas. Independentemente dos detalhes, estas pessoas estão de acordo, em relação ao ponto principal: nosso planeta não é redondo.

Donald Trump durante o eclipse solar (AP)

Uma das expressões mais contundentes que surgiram com base no eclipse, é um vídeo no YouTube chamado ‘Fake Eclipse’ (Falso Eclipse). Nele, foi feito um trabalho de edição invertendo a luz para provar supostas “coisas estranhas”, como o fato de que a sombra e a cor da Lua nas imagens são as mesmas do espaço que há atrás do Sol.

Com isso, os envolvidos defendem que o eclipse solar tem a ver com o Sol, e não com a Lua ou outro corpo celestial localizado diante dele. O vídeo afirma: “Amigos, nada, exceto o Sol, causou o eclipse de hoje, como podemos ver”.

Os defensores de que a Terra é plana não foram os únicos a expressar seu receio diante do quão estranhas as luzes e sombras ficam quando o eclipse está a ponto de alcançar sua totalidade. Isso acontece porque nunca vimos o mundo que nos rodeia com esta rara iluminação e porque, basicamente, este é um fenômeno muito especial que não acontece com frequência.

No entanto, para muitos, o eclipse foi a prova que faltava para confirmar a teoria de que a Terra é plana. Eles ainda não conseguiram explicar exatamente que prova foi essa, mas terão uma nova oportunidade em 2 de julho de 2019.

WTB