Terceira dose da vacina: veja as projeções do calendário de aplicação para a cidade do Rio

·3 min de leitura

RIO — Após o Ministério da Saúde anunciar a ampliação da dose de reforço da vacina contra a Covid-19 aos adultos de 18 a 59 anos, já é possível projetar o calendário de vacinação para a cidade do Rio, considerando os grupos já contemplados com data e os que ainda não foram contemplados, por ordem de prioridade.

Até então, a medida era autorizada para idosos, imunossuprimidos — pessoas com baixa imunidade, isto é, com câncer, HIV ou transplantadas, por exemplo — e profissionais de saúde. O intervalo, que antes era de seis meses para os três grupos, cairá para cinco para todo o público-alvo.

Veja abaixo a projeção do calendário de aplicação.

Grupos já contemplados com data

- Pessoas de 60 anos ou mais - terminam no sábado agora

(OBS.: Nesse público, o intervalo mínimo é de três meses, segundo a orientação da SMS. Até este sábado, 41.538 idosos já poderão ter se vacinado, número que corresponde ao total de pessoas com mais de 60 anos que tomaram a segunda dose até 21 de agosto. 1.168 idosos não poderão tomar a terceira dose até lá porque não terão completado três meses da segunda.)

- Profissionais de saúde que tomaram a segunda dose em maio - durante novembro

- Profissionais de saúde que tomaram a segunda dose em junho - durante dezembro

Gurpos ainda sem data, por ordem de prioridade

Profissionais de saúde que tomaram a segunda dose nos meses seguintes:

- Quem tomou em julho poderá, em tese, tomar a partir de janeiro

- Quem tomou em agosto poderá, em tese, tomar a partir de fevereiro

- Quem tomou em setembro poderá, em tese, tomar a partir de março

- Quem tomou em outubro poderá, em tese, tomar a partir de abril

- Quem tomou em novembro poderá, em tese, tomar a partir de maio

Profissionais lotados em unidades escolares públicas da Educação Básica (começaram D1 em 17 de abril):

- Aqueles que tomaram a CoronaVac começaram a segunda dose perto de 13 de maio e, por isso, poderiam ter começado a receber a terceira dose a partir de outubro.

- Aqueles que tomaram AstraZeneca ou Pfizer começaram a receber a segunda dose por volta de 17 de julho e, por isso, podem começar a receber a terceira dose a partir de dezembro.

Grávidas com comorbidades (começaram em 20 de abril):

- Aquelas que tomaram CoronaVac começaram a segunda dose perto de 16 de maio e, por isso, poderiam ter começado a receber a terceira dose a partir de outubro.

- Aquelas que tomaram AstraZeneca ou Pfizer começaram a segunda dose por volta de 20 de julho e, por isso, podem começar a terceira dose em dezembro.

Grupos prioritários (começaram D1 em 26 de abril):

- Pessoas com comorbidades ou deficiência permanente

- Trabalhadores da saúde e educação

- Serviços de limpeza urbana

- Policiais militares

- Policiais civis

- Guardas municipais

- Bombeiros e agentes penitenciários

Aqueles que tomaram a CoronaVac começaram a tomar a segunda dose perto de 23 de maio. Por isso, poderiam ter começado a receber a terceira dose no fim do mês passado, pelo prazo do Ministério da Saúde (de cinco meses).

Aqueles que tomaram AstraZeneca ou Pfizer começaram a receber a segunda dose perto de 26 de julho. Por isso, poderiam começar a receber a terceira dose no fim de dezembro.

Ampla população por idade (começou a receber a primeira dose em 31 de maio):

- Aqueles que tomaram CoronaVac começaram a segunda dose perto de 28 de junho e por isso poderiam começar a receber o reforço no fim de novembro.

- Aqueles que tomaram AstraZeneca ou Pfizer começaram a receber a segunda dose perto de 31 de agosto e por isso poderiam começar a receber o reforço no fim de janeiro.

Grávidas e puérperas sem comorbidades (começaram D1 em 21 de junho):

- Aquelas que tomaram CoronaVac começaram a segunda dose perto de 18 de julho e por isso poderiam começar a receber o reforço em dezembro.

- Aquelas que tomaram Pfizer começaram a segunda dose perto de 21 de setembro e, por isso, poderiam começar a receber a terceira dose em fevereiro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos