Terceiro vereador de Duque de Caxias (RJ) é assassinado em sete meses

·2 minuto de leitura

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O vereador Alexsandro Silva Faria, conhecido como Sandro do Sindicato (Solidariedade), foi assassinado a tiros na manhã desta quarta-feira (13) em Duque de Caxias, município da Baixada Fluminense. O corpo foi encontrado com marcas de tiros dentro de uma van.

Ele é o terceiro parlamentar da cidade assassinado em 2021. Um levantamento do Instituto Fogo Cruzado mostra que, dos sete políticos baleados este ano na região metropolitana do Rio, cinco foram atingidos na Baixada Fluminense, onde fica Duque de Caxias --todos morreram.

Por meio de nota, a Câmara Municipal de Duque de Caxias lamentou a morte do vereador. "Ele deixa como legado uma trajetória marcada pelo respeito ao próximo, amor e dedicação ao trabalho e à família. Ainda não há detalhes sobre o sepultamento. Pedimos a Deus que conforte o coração dos familiares e amigos neste momento de dor."

Prefeito do município, Washington Reis (MDB) usou as redes sociais para anunciar que a cidade está de luto oficial por três dias. "Quero me solidarizar e prestar as sinceras condolências aos familiares e amigos pelo falecimento do Sandro. Rogamos a Deus conforto espiritual a toda família neste momento de imensa dor e tristeza", escreveu ele.

Eleito com pouco mais de 3.200 votos, Sandro do Sindicato estava no primeiro mandato e defendia, sobretudo, pautas ligadas a questões trabalhistas. Em sua última postagem nas redes sociais, feita no dia 6, ele anunciava vagas de emprego para moradores da cidade.

Ele é o terceiro vereador de Duque de Caxias assassinado este ano. Em março, Danilo do Mercado (MDB), 53, e seu filho Gabriel da Silva, 25, foram mortos a tiros no Jardim Primavera, uma favela da cidade. Os disparos partiram de pessoas que estavam dentro de um carro.

Mercado já havia sido alvo de uma operação da Polícia Civil em 2020 sob suspeita de chefiar um grupo de extermínio. Com sua morte, quem herdou a vaga no Legislativo foi Fernanda da Costa (MDB). Ela é filha do traficante Fernandinho Beira-Mar e ré numa ação penal sob acusação de ser o braço social e político do pai.

Já em setembro, o vereador Joaquim José Santos Alexandre, o Quinzé (PL) foi assassinado em São João de Meriti, município vizinho a Duque de Caxias.

O assassinato de Sandro do Sindicato está sendo investigado pela DHBF (Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos