Termina amanhã prazo para biometria em 319 municípios paulistas

***ARQUIVO***GUARULHOS, SP, 07.10.2018 - O município de Guarulhos, na grande São Paulo, é o maior colégio eleitoral do estado a ter votação 100% biométrica. Eleitores durante a manhã de hoje na Escola Estadual Félix Porto, no bairro de Pimentas, em Guarulhos (SP). (Foto: Adriano Vizoni/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Termina nesta quinta-feira (19) o prazo para que eleitores de 319 municípios paulistas efetuem o cadastramento biométrico, que consiste em deixar registrada a impressão digital no sistema da Justiça Eleitoral. O procedimento, que também contempla a coleta de fotografia e assinatura digitalizada, é obrigatório para essas localidades. Por isso, quem perder o prazo pode ter o título de eleitor cancelado.

Quando está em situação irregular, o eleitor fica impedido de votar, e enquanto não resolver a pendência também são impostas restrições, como a impossibilidade de obter empréstimos em bancos oficiais, a de tomar posse ou se inscrever em concursos públicos e a de emitir passaporte.

Para realizar a biometria, o eleitor deve se dirigir a um cartório eleitoral ou a unidades do Poupatempo autorizadas a prestar serviços eleitorais. Em ambos os casos, é necessário agendamento, que é feito pelos sites da rede Poupatempo e do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP).

O eleitor deve apresentar documento oficial de identificação, comprovante de residência recente e título eleitoral, se tiver. Em caso de dúvidas, pode consultar uma seção da página do TRE-SP, que reúne informações sobre o processo biométrico, ou entrar em contato com a Central de Atendimento ao Eleitor, discando o número 148. O telefonema tem o custo de uma ligação local.

O TRE-SP estipulou como meta para 2019 cadastrar a biometria de 7 milhões de pessoas. O procedimento passou a ser obrigatório desde fevereiro em 479 municípios do estado. A biometria já valerá a partir das eleições municipais de 2020.

O objetivo do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é de concluir a operação de biometria em todo o país até 2022.

  • Queiroz, suspeito de participar da morte de Marielle, tem o mesmo perfil de ódio pela esquerda que Ronnie Lessa
    Notícias
    O Globo

    Queiroz, suspeito de participar da morte de Marielle, tem o mesmo perfil de ódio pela esquerda que Ronnie Lessa

    A constatação é do MPRJ ao analisar páginas na internet acessadas pelo acusado, após a quebra de sigilo de dados no celular do ex-PM

  • Decisão de Gilmar Mendes proíbe investigação sobre Glenn no caso das mensagens vazadas
    Notícias
    Extra

    Decisão de Gilmar Mendes proíbe investigação sobre Glenn no caso das mensagens vazadas

    Agora, a defesa pode, em tese, entrar com uma reclamação no STF alegando que a decisão de Mendes foi descumprida. Eventual pedido seria analisado pelo ministro Luiz Fux, vice-presidente da Corte

  • Dani Albuquerque não fala mais com Luciana Gimenez, que tem espaço na TV ameaçado
    Notícias
    Extra

    Dani Albuquerque não fala mais com Luciana Gimenez, que tem espaço na TV ameaçado

    Todo clã que se preza tem lá suas tretas. Se até o Príncipe Harry renunciou aos deveres da coroa...

  • Petrobras vai demitir funcionário aposentado após reforma da Previdência
    Notícias
    O Globo

    Petrobras vai demitir funcionário aposentado após reforma da Previdência

    Companhia também não informou como será feito o processo de desligamento

  • Visual de Manu Gavassi, do 'BBB20', gera memes na web: 'Beiçola'
    Notícias
    Extra

    Visual de Manu Gavassi, do 'BBB20', gera memes na web: 'Beiçola'

    Uma das participantes mais populares do "Big Brother Brasil 20", Manu Gavassi já tem virado meme...

  • Acusado de agredir jornalistas, Bolsonaro decide não dar mais entrevistas
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Acusado de agredir jornalistas, Bolsonaro decide não dar mais entrevistas

    Ele disse querer falar com a imprensa, mas que como tem sido acusado de agredir os jornalistas não iria se pronunciar

  • Cármen Lúcia cassa decisão que permitia aplicação da ‘cura gay’
    Notícias
    O Globo

    Cármen Lúcia cassa decisão que permitia aplicação da ‘cura gay’

    A ministra já havia suspendido a decisão da 14ª Vara Federal do DF em abril de 2019

  • Com bebida e pet, fotos de Nelsinho Piquet sugerem infrações ambientais nos Lençóis Maranhenses
    Notícias
    Folhapress

    Com bebida e pet, fotos de Nelsinho Piquet sugerem infrações ambientais nos Lençóis Maranhenses

    RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - "Nunca vi o Bob tão feliz de poder correr sem parar! Ele vai ficar deprê quando chegar em SP, tadinho! Será que deixo ele morando na casa daqui?" O contente Bob é o cãozinho que aparece nas redes sociais de Nelson Piquet Jr., acariciado pela namorada modelo do piloto na foto compartilhada no Instagram dele. Localização marcada: Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses.  A imagem é uma das várias divulgadas por Nelsinho, como é conhecido o filho automobilista do tricampeão mundial de Fórmula Um, que sugerem infração ambiental.  Um helicóptero pousando nas dunas locais, a marca de bebida alcoólica do piloto usando as águas locais de cenário (uma boia no formato de unicórnio como pano de fundo), bugres passeando livremente por ali.  Tudo isso faz parte do pacote oferecido por Nelsinho a seus seguidores, por meio de seu perfil oficial e também os da Casa Lençóis (sua residência num condomínio vizinho ao parque) e da Drink B, a aguardente que ele lançou em 2019 com a seguinte proposta: "Pegue a melhor cachaça mineira de alambique, temperada a três graus. Misture com pitadas de mel e limão. Adicione boa música e sensualidade. Sirva a gosto". Servir-se a gosto desta unidade de conservação administrada pelo ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade) é do que o piloto vem sendo acusado após postar as imagens na região. Muitas delas vêm com a georreferência do parque nas grafias em português e inglês ("National Park Lençois Maranhenses"). As normas para visitação do parque são claras, e fotos como a de cinco mulheres brindando no Réveillon em taças com o logotipo da Drink B as desrespeitam. O turismo ecológico é permitido, mas uma portaria de 2017 do ICMBio, órgão do Ministério do Meio Ambiente, regulamenta como ele deve ser feito. Entre os vetos: "Venda, porte e consumo de bebidas alcoólicas e drogas ilícitas", "trânsito de veículo motorizado sobre o campo de dunas livre", "entrada de animais domésticos" e "entrar no Parque Nacional em quadriciclos, motos, bugres, bem como realizar enduros e/ou rallys".  Há retratos que sumiram das redes sociais após internautas questionarem o uso do espaço. Caso da foto com a boia de unicórnio e duas garrafas da cachaça de Nelsinho, vendida pela internet por cerca de R$ 60. "Never would have thought that I'd have this as the backyard of my house blessed" (nunca imaginei que um dia teria esse lugar maravilhoso no quintal de casa abençoado). Eis a legenda de outro post de Nelsinho. A assessoria de imprensa do piloto diz que desde o início de 2019 ele é proprietário de um lote em condomínio em Santo Amaro (MA), município colado à unidade de conservação. "Como todos os condôminos do local, ele e seus vizinhos são associados à entidade Amigos do Parque e têm autorizações válidas para uso de veículos no Parque Nacional --salvo no quadrilátero chamado 'Zona Proibida', na área central do Parque." As autorizações seriam emitidas pela Prefeitura de Santo Amaro "e válidas para os UTVs e carro de Nelson Piquet Jr., bem como para o helicóptero de seu amigo que aparece nas imagens em questão", segundo a nota. Uma lei municipal determina que veículos aquáticos e terrestres podem ser utilizados na chamada zona de amortecimento do parque, área que circunda unidades de conservação e tem como objetivo filtrar os impactos ambientais no local. Ela credencia apenas moradores locais e prestadores de serviço turístico. A reportagem pediu que o automobilista enviasse a autorização atualizada que ele diz possuir, mas não foi atendida. A prefeitura santo-amarense também foi contatada, sem retorno. O ICMBio não soube dizer quantos funcionários atuam na fiscalização desse quinhão ambiental sob sua guarda. Seus agentes têm poder de polícia administrativa, ou seja, podem só registrar eventuais infrações. Abre-se então um processo administrativo e, se provada a transgressão na segunda instância, há uma multa cujo valor o órgão não especifica. Em 2019, decreto do governo Jair Bolsonaro abriu margem para trocar a sanção financeira por uma conciliação com o poder público. A assessoria do automobilista afirma que ele "tem ótima relação com as autoridades ambientais de Santo Amaro e com o estafe do Parque Nacional, com quem mantém contato permanente desde 2019, quando se ofereceu para auxiliar na limpeza do derramamento de óleo que atingiu a costa nordestina". Afirma ainda que que não houve consumo de álcool nas dependências do parque. Há seis meses teria ocorrido uma sessão de fotos e vídeos promocionais da Drink B. "As garrafas voltaram lacradas do mesmo jeito que saíram de São Luís [capital do estado]." As fotos em suas redes teriam sido tiradas numa área "visualmente bastante similar ao cenário" sob proteção federal, mas não seriam lá, diz a nota.  Mais questionamentos feitos pela reportagem sem resposta: por que apagar fotos depois de indagado sobre as normas de visitação do parque e onde foi tirado um retrato postado no @CasaLençois, perfil dedicado à residência de Nelsinho. Na imagem publicada no começo do ano, uma turma posa com três bugres --e o mar é nítido nesse caso. A praia de lá fica distante do condomínio de Nelsinho, ou seja, em tese não seriam fotografias tiradas fora do limite do parque. Ela vem com a legenda: "Desejos para 2020 - amigos para compartilharmos os melhores momentos!".

  • Cadeia em Roraima tem surto de bactéria que corrói pele
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Cadeia em Roraima tem surto de bactéria que corrói pele

    A penitenciária agrícola de Monte Cristo tem capacidade para 500 pessoas, mas abriga cerca de 1,3 mil

  • Erika Januza fala de racismo em relacionamentos: 'Ficar escondido, pode; assumir são outros 500'
    Notícias
    Extra

    Erika Januza fala de racismo em relacionamentos: 'Ficar escondido, pode; assumir são outros 500'

    Há quem questione o uso da palavra empoderamento, mas ela ainda é a que melhor dá conta de explicar...

  • Moro chama mensagens de bobageirada e pede para Gilmar assumir responsabilidades
    Notícias
    Folhapress

    Moro chama mensagens de bobageirada e pede para Gilmar assumir responsabilidades

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ministro da Justiça, Sergio Moro, disse nesta segunda-feira (20) considerar uma "bobageirada" a publicação de reportagens sobre conversas suas no aplicativo Telegram e criticou declaração do ministro do Supremo Gilmar Mendes a respeito da divulgação de áudio de telefonema entre os ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff em 2016. Desde junho passado, o site The Intercept Brasil e outros veículos têm publicado uma série de reportagens com mensagens de autoridades da Lava Jato que mostram que havia colaboração entre Moro e o chefe da força-tarefa, Deltan Dallagnol. As conversas apontam, por exemplo, que o então juiz orientou a respeito da ordem de fases da operação, indicou uma prova para uma denúncia do Ministério Público e sugeriu uma testemunha. Em entrevista ao Roda Viva nesta segunda, Moro disse que o tema é "um episódio menor" em seu primeiro ano no governo federal.  "Sinceramente nunca dei muita importância para isso. Acho que ali tem um monte de bobageirada, nunca entendi muito bem a importância [dada] para aquilo. Agora, foi usado politicamente para tentar, vamos dizer assim, soltar criminosos presos, pessoas que tinham sido condenadas por corrupção e, principalmente, tentar enfraquecer politicamente o Ministério da Justiça." Moro foi questionado também sobre sua decisão, na época em que era o juiz responsável pela Lava Jato, de tirar o sigilo de conversas telefônicas entre Lula e Dilma em março de 2016, em uma iniciativa que acabou aumentando a pressão pelo impeachment da então presidente. Após aquela medida de Moro, Gilmar Mendes concedeu uma liminar suspendendo a nomeação de Lula para a Casa Civil do governo, diante da suspeita de obstrução de Justiça. Em entrevista no ano passado, Gilmar afirmou que hoje tem "muitas dúvidas" sobre o assunto. "Muito mais dúvidas do que certeza e lamento muito esse tipo de manipulação." Nesta segunda, Moro defendeu sua medida na ocasião, mas disse que é atribuída ao áudio uma importância que não existe. "É muito facil [afirmar:] '2016, ah, não tenho culpa nenhuma, fui manipulado'. Não existe nada disso. Ele [Gilmar] tomou a decisão dele na época, ele assuma a responsabilidade pela decisão que ele tomou. Nada ali foi objeto de manipulação ou qualquer espécie de falsidade." Na entrevista, Moro falou sobre a possibilidade de ser nomeado para o Supremo por Bolsonaro, em vaga que será aberta neste ano. O presidente já defendeu que pretende indicar alguém "terrivelmente evangélico" para o cargo. Moro afirmou que a religião não é um fator fundamental para a escolha e disse ser católico. O ministro da Justiça também foi questionado no programa a respeito de ataques do presidente Jair Bolsonaro a jornalistas. Disse que não falaria especificamente sobre o comportamento do presidente, mas afirmou que Bolsonaro "tem sido criticado e muitas vezes ele reage". Em outros momentos da entrevista, que marcou a estreia da jornalista Vera Magalhães à frente do programa, disse respeitar uma "cadeia de comando" quando existem divergências com Bolsonaro. Sobre a sanção pelo presidente do pacote anticrime, com diversos pontos sobre os quais Moro é crítico, disse que Bolsonaro entendeu que, se vetasse determinados trechos, acabaria sendo derrotado posteriormente na Câmara. Para o ministro da Justiça, a implantação da figura dos juízes das garantias, magistrados que ficarão responsáveis apenas pelas investigações de casos na Justiça, só pode ser concretizada se for editada uma nova lei, com o texto atual sendo considerado inconstitucional. "Não é uma prioridade para a melhoria do nosso sistema judiciário." Questionado sobre os motivos de não se manifestar acerca de assuntos como a defesa da ditadura militar por integrantes do governo ou o ataque à produtora do grupo Porta dos Fundos, no fim do ano passado, o ministro disse que não é um "comentarista sobre tudo". Sobre a saída do secretário nacional da Cultura, Roberto Alvim, que foi demitido na sexta-feira (17) após discurso no qual parafraseou Joseph Goebbels, ministro da Propaganda da Alemanha nazista, Moro chamou o caso de "episódio bizarro" e disse que não se pronunciou porque o presidente já havia decidido demitir o subordinado.

  • Após exames, Lula passa a usar aparelhos auditivos nos dois ouvidos
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Após exames, Lula passa a usar aparelhos auditivos nos dois ouvidos

    Logo depois de deixar a prisão, em novembro do ano passado, o petista foi ao médico e passou por exames que mostraram uma perda auditiva

  • IR 2020: Veja quais documentos necessários para fazer a declaração
    Notícias
    Extra

    IR 2020: Veja quais documentos necessários para fazer a declaração

    O ano mal começou, mas já é hora de começar a reunir os documentos para acertar as contas com o...

  • Estudante foi eliminada do Enem no lugar de sua xará
    Notícias
    O Globo

    Estudante foi eliminada do Enem no lugar de sua xará

    Rebecca Campos foi confundida com candidata homônima, que teve sua prova recolhida por causa de toque de celular. Depois de caso viralizar nas redes sociais, erro foi corrigido pelo Inep

  • Príncipe Harry chega ao Canadá para iniciar nova vida com Meghan e seu filho
    Notícias
    AFP

    Príncipe Harry chega ao Canadá para iniciar nova vida com Meghan e seu filho

    O príncipe Harry viajou para o Canadá para encontrar sua esposa, Meghan, e seu filho, Archie, com quem inicia uma nova vida "mais independente", após o polêmico anúncio de sua retirada da família real britânica. A mudança, entretanto, não conseguiu livrar o casal dos paparazzis.

  • ‘Há possibilidade’ de Luciano Huck concorrer à presidência pelo Cidadania, diz presidente do partido
    Notícias
    Yahoo Notícias

    ‘Há possibilidade’ de Luciano Huck concorrer à presidência pelo Cidadania, diz presidente do partido

    Nos bastidores, filiação do apresentador ao partido é vista como certa no fim deste ano

  • Os perfis dos sobreviventes de Auschwitz 75 anos após o Holocausto
    Notícias
    AFP

    Os perfis dos sobreviventes de Auschwitz 75 anos após o Holocausto

    No 75º aniversário da liberação do campo de Auschwitz, uma equipe da AFP se reuniu com os últimos sobreviventes do Holocausto, residentes em Israel.

  • FGTS: 42% dos trabalhadores ainda não retiraram o complemento do saque imediato de R$ 998
    Notícias
    O Globo

    FGTS: 42% dos trabalhadores ainda não retiraram o complemento do saque imediato de R$ 998

    Caixa informou que pagou mais de R$ 1,5 bilhão de saque imediato complementar referente às contas do Fundo

  • Modo noturno no WhatsApp é liberado para Android como teste
    Notícias
    Extra

    Modo noturno no WhatsApp é liberado para Android como teste

    Nesta terça-feira (21), o modo noturno do Whatsapp começou a ser liberado para alguns telefones...

  • Braz confirma acerto do Flamengo com Gabigol e desconversa sobre renovação de Jesus
    Notícias
    Extra

    Braz confirma acerto do Flamengo com Gabigol e desconversa sobre renovação de Jesus

    Depois da apresentação de Michael, o Flamengo se posicionou sobre as negociações para permanência...

  • Republicanos rejeitam convocação de testemunhas em julgamento político contra Trump
    Notícias
    AFP

    Republicanos rejeitam convocação de testemunhas em julgamento político contra Trump

    O julgamento político contra o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, entrou em uma nova etapa nesta quarta-feira (22) depois que o Senado debateu até altas horas da noite as regras do processo e os republicanos bloquearam todos as tentativas dos democratas de convocar autoridades como testemunhas.

  • Sob forte esquema de segurança, Marcola passa por exames médicos em Brasília
    Notícias
    Folhapress

    Sob forte esquema de segurança, Marcola passa por exames médicos em Brasília

    BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O chefe máximo do PCC (Primeiro Comando da Capital), Marco Camacho, o Marcola, passou na manhã desta terça-feira (21) por exames médicos em um hospital em Brasília.  Marcola está preso desde o início do ano passado na Penitenciária Federal de Brasília. Ele foi levado de helicóptero da prisão ao Hospital de Base, na região central da capital federal. Todo o deslocamento foi feito sob forte esquema de segurança, com a participação de agentes da Polícia Federal, Depen (Departamento Penitenciário Nacional) e Força Nacional.  "A Penitenciária Federal de Brasília em parceria com a Força Nacional de Segurança e Polícia Federal realizou hoje uma escolta de preso para exames de rotina. Horário, período de férias escolares e deslocamento aéreo foram escolhidos para causar o menor constrangimento possível para a população. Não houve congestionamentos e alterações significativas na rotina da região", disse o Depen em nota.  Marcola foi transferido a Brasília em março de 2019. Ele estava na unidade de segurança máxima de Porto Velho (RO), onde permaneceu por pouco mais de um mês. Antes de chegar a Rondônia, Marcola cumpria sentença na Penitenciária II de Presidente Venceslau, no estado de São Paulo. O chefe do PCC foi condenado a mais de 300 anos de prisão. Na madrugada de 19 de janeiro, 75 presos, a maioria membros do PCC, fugiram de uma prisão em Pedro Juan Caballero, no Paraguai. A fuga fez com que o ministro Sergio Moro (Justiça) fosse ao Twitter para dizer que o governo, junto aos estados, está trabalhando para impedir a entrada desses fugitivos no Brasil.  "Estamos à disposição também para ajudar o Paraguai na recaptura desses criminosos. O Paraguai tem sido um grande parceiro na luta contra o crime", escreveu o ministro.

  • Israel pedirá a líderes mundiais para aumentar pressão sobre o Irã
    Notícias
    AFP

    Israel pedirá a líderes mundiais para aumentar pressão sobre o Irã

    Israel tentará, por ocasião do 75º aniversário da libertação do campo de concentração nazista de Auschwitz, convencer Estados Unidos, França e Rússia a usarem sua influência no Oriente Médio para reduzir a do Irã, apresentado como a nova ameaça aos judeus.

  • Aposentados e pensionistas do INSS que ganham salário mínimo recebem R$ 1.039 a partir de segunda-feira
    Notícias
    Extra

    Aposentados e pensionistas do INSS que ganham salário mínimo recebem R$ 1.039 a partir de segunda-feira

    Os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que têm benefícios de...

  • Clipe de Pabllo é restrito e cantora fala em "censura seletiva"
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Clipe de Pabllo é restrito e cantora fala em "censura seletiva"

    Vídeo recebeu uma restrição para que apenas maiores de idade possam ver a publicação.