Terminais rodoviários de SP retomam venda de passagens nesta quarta-feira

SÃO PAULO, SP, 1º.11.2022  - Passageiros tentam remarcar ou reembolsar passagens em guichês da Rodoviária do Tietê. Empresas que operam no terminal cancelam viagens para o Rio de Janeiro e outros estados devido a paralisação dos caminhoneiros e protestos antidemocráticos nas rodovias do país. (Foto: Rubens Cavallari/Folhapress)
SÃO PAULO, SP, 1º.11.2022 - Passageiros tentam remarcar ou reembolsar passagens em guichês da Rodoviária do Tietê. Empresas que operam no terminal cancelam viagens para o Rio de Janeiro e outros estados devido a paralisação dos caminhoneiros e protestos antidemocráticos nas rodovias do país. (Foto: Rubens Cavallari/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Após três dias de bloqueios antidemocráticos em estradas, sendo realizados por manifestantes que contestam, sem provas, o resultado das eleições presidenciais ocorridas no domingo (30), a venda de passagens nos terminais rodoviários Tietê e Barra Funda, na capital paulista, foi parcialmente retomada.

De acordo com a Socicam, concessionária que administra as rodoviárias, as partidas para o Rio de Janeiro, Curitiba, Florianópolis e outras cidades menores, que estavam suspensas, começaram a ser restabelecidas nesta quarta-feira (2), quando se comemora o Dia de Finados.

No entanto, a demanda ainda é baixa e a movimentação de passageiros segue tranquila em ambos os terminais por se tratar de um feriado nacional no meio da semana, diz a empresa.

"Mantém-se a orientação de que passageiros com passagem comprada ou que desejam remarcar suas partidas, devem procurar as respectivas empresas de ônibus para os esclarecimentos", informa a Socicam, em comunicado.

A concessionária informa que, de segunda (31) até a madrugada desta quarta, aproximadamente 1.400 viagens de ônibus foram canceladas, considerando as partidas nos terminais Tietê e Barra Funda.

Nesta terça (1), passageiros relataram estar aguardando remarcação de passagem há 24 horas, chegando a passar a noite no terminal.

Segundo a PRF (Polícia Rodoviária Federal), até a madrugada desta quarta-feira, ainda havia 164 bloqueios de estradas em 17 estados do país.