Terminar namoro e voltar muitas vezes pode ser tóxico para a saúde mental, afirma estudo

Divulgação/HBO

Terminar um relacionamento não é fácil e cheios de esperança que as coisas mudem, muitos casais tentam uma segunda chance (às vezes mais) para salvar o namoro. Mas ao contrário de Carrie e Big, em Sex And The City, terminar e voltar pode ter efeitos negativos na saúde mental de uma pessoa, como sugere um novo estudo.

Leia mais: Casamentos infelizes podem fazer tão mal à saúde quanto fumar, diz pesquisa

Realizada pela Universidade do Missouri, em Columbia, a pesquisa envolveu 500 pessoas em relacionamentos, sendo que 60% experimentaram a sensação de terminar e voltar. Em comparação com as relações consideradas estáveis, os casais “vai e volta” foram associados a altos índices de abuso, níveis baixos de comprometimento e pouca comunicação.

Esses tipos de relacionamentos foram associados a uma carga maior de problemas psicológicos, como depressão e ansiedade. “Os relacionamentos ‘vai e volta’ geralmente ocorrem quando uma parte do casal é menos comprometida que a outra. Os rompimentos podem ser causados por discussões ou infidelidades constantes, mas os dois lados ainda são atraídos um pelo outro”, explica o especialista em namoro James Preece.

Isso gera uma insegurança em uma das partes, fazendo com que se questionem se são bons o suficientes para manterem seus parceiros. “Isso pode levar a um aumento do ciúme, o que pode fazer as pessoas se sentirem ansiosas. Quanto mais tempo passa, pior elas se sentem, o que pode resultar em depressão”.

Já a psicóloga Madeleine Mason Roantree afirma que esse comportamento é frequente entre casais que não possuem muito em comum a não ser no sexo. “Isso é típico de relacionamentos emocionalmente e fisicamente abusivos. É como se eles não pudessem viver separados, mas quando estão juntos, eles são tóxicos um para o outro”, disse ao Independent.

Leia mais: Saiba as razões que fazem as pessoas traírem seus parceiros de acordo com a ciência

O conselho dos profissionais é conversar abertamente com seu par sobre os problemas que causaram o término e sempre colocar sua saúde em primeiro lugar. Se notar que não está dando certo, não tenha medo de terminar mais uma vez e tente seguir em frente dessa vez.