Terra registra dia mais curto dos últimos 62 anos

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Terra registrou o seu dia mais curto desde 1960, quando a medição começou a ser feita. O dia 29 de junho deste ano durou 1,59 milissegundo a menos. Na prática, nosso planeta levou 23 horas, 59 minutos e 59.9984039 segundos para girar em torno de si.

O recorde anterior havia sido registrado em 19 de julho de 2020, quando a Terra levou 1,47 milissegundo a menos para completar o giro. Foram registrados 28 dias mais curtos naquele ano. O recorde anterior pertencia ao dia 5 de julho de 2005.

A medição é feita por relógios atômicos do IERS (Serviço Internacional de Sistemas de Referência e Rotação da Terra), que estão entre os mais precisos do planeta. De acordo com o portal Time and Date, o erro esperado para um relógio atômico é de um segundo em 100 milhões de anos.

O tempo que a Terra leva para completar uma volta em torno de si varia, podendo ser maior (dia mais longo) ou menor (dia mais curto).

De mudanças climáticas a marés, há algumas hipóteses para as razões pelas quais a Terra tem apresentado queda no tempo que leva para completar sua rotação, mas não há consenso entre cientistas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos