Terremoto deixa mais de 160 mortos na Indonésia, busca por sobreviventes continua

Terremoto em Cianjur

Por Johan e Purnomo e Ajeng e Dinar e Ulfiana

CIANJUR, Indonésia (Reuters) - Um forte terremoto matou mais de 160 pessoas na província de Java Ocidental, na Indonésia, nesta segunda-feira, e equipes de resgate procuravam por sobreviventes presos sob os escombros em meio a uma série de tremores secundários.

O epicentro do terremoto de magnitude 5,6 foi perto da cidade de Cianjur, na região montanhosa de Java Ocidental, cerca de 75 km a sudeste da capital, Jacarta. A região abriga mais de 2,5 milhões de pessoas.

O governador de Java Ocidental, Ridwan Kamil, disse no Instagram que 162 pessoas morreram e 326 ficaram feridas.

A agência para desastres da Indonésia (BNPB) ainda estimava o número de mortos em 62 e as equipes de resgate estavam procurando por 25 que se acredita estarem presos sob os escombros.

Ridwan disse a repórteres que, como muitos edifícios desabaram, o número de mortos pode aumentar.

"Existem moradores presos em lugares isolados... portanto, acreditamos que o número de feridos e mortos aumentará com o tempo."

Imagens da Metro TV mostraram alguns prédios em Cianjur reduzidos quase inteiramente a escombros, com moradores amontoados do lado de fora.

Muchlis, que estava em Cianjur quando o terremoto ocorreu, disse que sentiu "um grande tremor" e que as paredes e o teto de seu escritório foram danificados.

A eletricidade caiu, interrompendo as comunicações, disseram as autoridades, enquanto deslizamentos de terra bloqueavam algumas áreas.

Ridwan disse que 88 tremores secundários foram registrados, e a agência meteorológica BMKG alertou para mais deslizamentos de terra em caso de chuva forte.

O terremoto foi sentido em Jacarta, sacudindo prédios e móveis, e algumas pessoas deixaram seus escritórios no distrito comercial central, disseram testemunhas da Reuters.

A Indonésia fica no chamado Círculo de Fogo do Pacífico, uma zona sismicamente muito ativa, onde diferentes placas da crosta terrestre se encontram, causando terremotos e vulcões.

Em 2004, um terremoto de magnitude 9,1 na ilha de Sumatra, no norte da Indonésia, provocou um tsunami que atingiu 14 países, matando 226.000 pessoas ao longo da costa do Oceano Índico, mais da metade delas na Indonésia.