Terremoto de magnitude 6,1 atinge região japonesa de Osaka e deixa 3 mortos

Por Kaori Kaneko e Malcolm Foster
Templo afetado por terremoto é visto em Ibaraki, Osaka, no Japão 18/06/2018 Kyodo/via REUTERS

Por Kaori Kaneko e Malcolm Foster

TÓQUIO (Reuters) - Um terremoto de magnitude 6,1 atingiu Osaka, a segunda maior metrópole do Japão, na manhã desta segunda-feira, e deixou três mortos, além de interromper linhas de produção em uma área industrial e estourar aquedutos, informaram autoridades do governo e empresariais.

Nenhum alerta de tsunami foi emitido. O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, disse que autoridades estavam avaliando os danos e que sua maior prioridade era a segurança dos moradores. Cerca de 150 pessoas ficaram feridas, segundo a emissora NHK.

Imagens ao vivo mostraram paredes destruídas, janelas quebradas e aquedutos jorrando água depois que o tremor atingiu Osaka, que irá receber uma cúpula do G20 no próximo ano, pouco antes das 8h no horário local.

O epicentro do terremoto desta segunda-feira foi ao norte da cidade de Osaka a um profundidade de 13 km, segundo a Agência Meteorológica do Japão.

(Reportagem de Kaori Kaneko, Mari Saito, Kiyoshi Takenaka, Osamu Tsukimori, Makiko Yamazaki, Naomi Tajitsu e Linda Sieg)