Terremoto de magnitude 7,1 atinge as Filipinas e deixa ao menos 5 mortos

Um terremoto de magnitude 7,1 atingiu a ilha de Luzon, no Norte das Filipinas, na manhã desta quarta-feira (no horário local), informou o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS). De acordo com a agência de notícias Reuters, ao menos cinco pessoas morreram e dezenas ficaram feridas.

O epicentro do terremoto, que ocorreu a uma profundidade rasa de 10 quilômetros, foi registrado na província de Abra, na ilha principal de Luzon e a mais populosa do país, às 08:43 (21h43 do horário de Brasília). Lá morreu um aldeão atingido por um laje dentro de casa. Na cidade de La Trinidad, um trabalhador da construção civil foi atingido por destroços e também acabou morrendo.

A pequena cidade de Dolores, a cerca de 11 quilômetros a sudeste do epicentro e com aproximadamente 32 mil habitantes, foi atingida com força pelos tremores, segundo o USGS. Pessoas aterrorizadas fugiram de seus prédios e as janelas de um supermercado local foram quebradas, disse à AFP o major da polícia Edwin Sergio.

— O terremoto foi muito forte — disse o oficial, que acrescentou que foram feitas pequenas rachaduras na sede da delegacia.

Moradores da capital Manila, a cerca de 300 quilômetros de distância, relataram tremores de edifícios na região. Alguns prédios precisaram ser esvaziados após os abalos, que duraram cerca de 30 segundos, informou a mídia local.

O USGS inicialmente relatou uma magnitude de 6,8, mas depois a atualizou para 7,1, considerado grande pela escala Richter.

As Filipinas são frequentemente atingidas por terremotos devido à sua localização no "Círculo de Fogo do Pacífico", um arco de intensa atividade sísmica que se estende do Japão ao Sudeste Asiático e à Orla do Pacífico.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos