Terremoto Síria e Turquia: O que se sabe sobre tremor que matou milhares de pessoas

Tremor teve magnitude de 7,8 e deixou mais de 1400 mortos confirmados até o momento

Equipe de resgate carrega corpo de vítima após terremoto na Turquia; Milhares de mortes foram confirmadas - Foto: AP Photo/Mahmut Bozarsan
Equipe de resgate carrega corpo de vítima após terremoto na Turquia; Milhares de mortes foram confirmadas - Foto: AP Photo/Mahmut Bozarsan

O terremoto de magnitude 7,8 que atingiu o sul da Turquia e o norte da Síria, deixou milhares de mortos e feridos, além de danos significativos, segundo os primeiros balanços, de autoridades locais.

O tremor, segundo o Serviço Geológico dos EUA ocorreu às 4h17 no horário local (22h17 de domingo, no horário de Brasília) a uma profundidade de 17,9 km, perto da cidade de Gaziantep.

Por conta do horário local, muitos estavam dormindo, o que elevou o número de vítimas. Além disso, muitos edifícios desabaram e equipes de resgate foram mobilizadas para procurar sobreviventes nos escombros. Pelo menos 2.323 pessoas ficaram feridas na Turquia e 639 na Síria.

Síria

O regime de Bashar al-Assad, na Síria, afirma que no país já são mais de 320 mortos. Já na Turquia, o presidente Recep Tayyip Erdoğan, informou que ao menos 912 pessoas morreram. Os números ainda estão sendo atualizados e podem subir drasticamente.

Além disso, há ainda, ao menos 147 mortos no noroeste sírio, porção do território do país controlada por rebeldes, de acordo com informações iniciais de equipes de resgate.

De acordo com o Ministério da Saúde da Síria, houve mortos nas províncias de Aleppo, Latakia, Hama e Tartus.

Turquia

O ministro do Interior da Turquia, Suleymon Soylu, disse que dez cidades foram afetadas: Gaziantep, Kahramanmaras, Hatay, Osmaniye, Adiyaman, Malatya, Sanliurfa, Adana, Diyarbakir e Kilis.

Na província de Malatya, a nordeste de Gaziantep, pelo menos 23 pessoas morreram, segundo autoridades locais. Em Sanliurfa, a leste, houve 17 mortes. Também houve mortes em Diyarbakir e Osmaniye.

De acordo com um repórter da BBC em Diyarbakir, na Turquia, um shopping center na cidade desabou.

Na Faixa de Gaza, segundo Rushdi Abualouf, repórter da BBC, houve cerca de 45 segundos de tremores na casa em que ele estava hospedado.

Sismólogos turcos estimaram que o terremoto teve 7,4 de magnitude. Um segundo tremor atingiu a região poucos minutos depois do primeiro.

A Turquia fica em uma das zonas de terremotos mais ativas do mundo. Em 1999, mais de 17 mil pessoas morreram depois que um forte terremoto atingiu o noroeste do país.