Terry Crews defende Will Smith após banimento no Oscar: "apenas exagerou"

·2 min de leitura
SAN DIEGO, CA - JULY 20:  Actors Terry Crews (L) and Will Smith speak onstage at Netflix Films:
Terry Crews e Will Smith se abraçam e gritam no palco durante a Comic-Con San Diego 2017 (Foto: Kevin Winter/Getty Images)

Resumo da notícia:

  • Terry Crews defendeu Will Smith após banimento no Oscar: "apenas exagerou"

  • Em entrevista, ator de "Todo Mundo Odeia o Chris" relembrou episódios violentos do seu próprio passado

  • "Minha esposa até teve que dizer: 'Você tem que me prometer que nunca vai fazer isso. Você não precisava pegar esse homem e derrubá-lo de cabeça com tudo no concreto'", contou Crews

Terry Crews acredita que o banimento de Will Smith por 10 anos no Oscar foi desproporcional ao seu erro durante a cerimônia deste ano. O ator de "King Richard - Criando Campeãs" deu um tapa no rosto de Chris Rock após ouvir uma piada sobre a aparência de Jada Pinkett, sua esposa.

Em entrevista ao Hollywood Reporter, Crews explicou o seu ponto de vista. "Tanto Will Smith quanto Chris Rock são queridos, queridos amigos meus. Eu amo os dois como irmãos. Mas houve um tempo na minha vida [onde] eu era Will Smith naquele momento, e deixe-me dizer, eu já fiz pior do que o Will. Ele apenas exagerou... a pena é desproporcional ao crime", disse.

O ator de "As Branquelas" e "Todo Mundo Odeia o Chris", série criada por Chris Rock, relembrou um período da sua vida em que também teve seus momentos de fúria. Em certa ocasião, perdeu a cabeça após ouvir um comentário deselegante sobre a sua esposa, Rebecca, quando ela estava grávida.

"As pessoas me falavam: 'O que diabos você está fazendo?' Minha esposa até teve que dizer: 'Você tem que me prometer que nunca vai fazer isso. Você não precisava pegar esse homem e derrubá-lo de cabeça com tudo no concreto'. Eu simplesmente não consegui me controlar", relembrou o ator, que já contou que se arrependeu de bater no próprio pai após presenciar violência doméstica contra a mãe.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Na mesma entrevista, Terry Crews lembrou que foi assediado sexualmente por um um executivo de Hollywood em 2016 e conseguiu conter a sua revolta. "Poderia ter caído no caos. Teria sido o meu fim. O tempo em que eu fui Chris salvou minha vida", analisou, comparando-se ao humorista e seu amigo pessoal.

"Quando eu olho para trás, pelo que Chris fez, apenas decidindo manter-se de pé... De muitas maneiras, ele salvou Hollywood. Porque se houvesse uma briga naquele palco, eu não sei se Hollywood teria algum respeito de novo das pessoas, sabe? É difícil até imaginar o que teria acontecido", finalizou Terry Crews.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos