Tesla deve pagar US$ 137 milhões a funcionário negro que sofreu racismo

Um júri federal em San Francisco, EUA, ordenou que a Tesla pague quase US$ 137 milhões a um ex-funcionário negro. Owen Diaz trabalhou na fábrica da montadora em Fremont entre 2015 e 2016. Durante o tempo em que esteve lá, ele diz que foi submetido a um racismo terrível.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos