Tesla supera ligeiramente estimativa de receita trimestral; vê entregas crescendo 37% este ano

(Reuters) - A Tesla superou ligeiramente as estimativas dos analistas para a receita do quarto trimestre, impulsionada pela entrega recorde de veículos elétricos durante os últimos três meses de 2022, segundo dados divulgados pela companhia nesta quarta-feira.

A fabricante de veículos elétricos, que não cumpriu sua meta de entrega no ano passado, disse que espera aumentar suas entregas em 37% este ano, para 1,8 milhão de veículos.

A montadora superou o desempenho do setor e elevou suas vendas e lucro para níveis recordes nos últimos anos, enfrentando a pandemia e questões relacionadas à cadeia de suprimentos global melhor do que suas rivais.

Mas os recentes cortes de preços de seus veículos marcam um movimento para estimular o crescimento às custas das margens de lucro, ressaltando uma demanda mais fraca.

A empresa disse que a receita foi de 24,32 bilhões de dólares nos três meses encerrados em 31 de dezembro, em comparação com a estimativa média dos analistas de 24,16 bilhões de dólares, segundo dados do IBES da Refinitiv.

A Tesla disse que sua margem operacional automotiva foi de 25,9% no quarto trimestre.

A montadora ofereceu descontos em seus principais mercados durante o trimestre, após vendas maiores terem permitido que a empresa segurasse e até aumentasse os preços nos últimos anos. O presidente-executivo da companhia, Elon Musk, disse em dezembro que "mudanças radicais nas taxas de juros" afetaram a acessibilidade de todos os carros.

A Tesla entregou aos clientes um recorde de 405.278 veículos no quarto trimestre, mas não atingiu sua meta de crescimento anual de 50%.

O lucro líquido do trimestre foi de 3,69 bilhões de dólares, ou 1,07 dólar por ação, em comparação com 2,32 bilhões de dólares, ou 0,68 dólar por ação, um ano antes.

(Reportagem de Akash Sriram em Bengaluru)