Teste de coronavírus de membro da equipe vice-presidente dos EUA dá positivo

Vice-presidente americano Mike Pence com Donald Trump em Washington, em 16 de março de 2020

Um funcionário do gabinete do vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, teve teste positivo para coronavírus, informou uma porta-voz nesta sexta-feira.

"Nem o presidente Trump nem o vice-presidente Pence tiveram contato próximo com o indivíduo. Novos rastreamentos de contatos estão sendo realizados", disse a assessora de imprensa de Pence, Katie Miller.

Pence apareceu ao lado de Trump nas entrevistas coletivas diárias da Casa Branca para anunciar a evolução do combate dos EUA ao surto.

Foi o mais recente caso do Covid-19 a fazer parte do círculo interno da liderança dos EUA.

Um participante de uma conferência política no mês passado, com Trump e Pence, testou positivo para a doença, e várias figuras políticas que se reúnem regularmente com o presidente e o vice-presidente entraram em auto-quarentena preventiva.

O teste de Trump para o novo coronavírus deu negativo na semana passada. Ele concordou em fazer o teste depois de entrar em contato com vários membros da delegação presidencial brasileira que visitava seu resort na Flórida que, desde então, foram diagnosticados com o vírus.

As mortes relacionadas ao Covid-19 nos EUA subiram para 216 - mais que dobrando em três dias - com mais de 16.600 infecções confirmadas, de acordo com uma contagem da Universidade Johns Hopkins.

Na sexta-feira, Nova York e Illinois seguiram a Califórnia para conter a pandemia de coronavírus, estabelecendo medidas restritivas de circulação nas maiores cidades americanas: Nova York, Los Angeles e Chicago.