Testemunha do julgamento de Floyd conta que ligou para serviço de emergências e reportou 'homicídio'

Cartaz em frente ao tribunal de Minneapolis onde acontece o julgamento