Testemunhas: PMs apagaram imagens de jovem morto sendo colocado em viatura

Henrique Alves Nogueira desapareceu no dia 11 de agosto; PMs falaram em confronto, mas estão presos (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Henrique Alves Nogueira desapareceu no dia 11 de agosto; PMs falaram em confronto, mas estão presos (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

As imagens que mostravam Henrique Alves Nogueira, de 28 anos, sendo colocado em uma viatura da Polícia Militar (PM) por agentes foram apagadas. Segundo informações do portal g1, uma testemunha relatou que a câmera teve os registros deletados por homens que se passavam por policiais à paisana.

No inquérito da Polícia Civil, revelado pelo g1 e pela TV Anhanguera, mas a testemunha não foi identificada. A pessoa relatou às autoridades que a esposa de Henrique esteve no local para ver as imagens da câmera. Mas, segundo o depoimento, depois de 15 minutos que a mulher deixou o lugar, dois homens se identificaram como policiais à paisana, viram as imagens e foram embora.

Quando as imagens foram vistas novamente pela testemunha, o aparelho tinha parado de gravar e não havia mais vídeos.

“Que após esses homens irem embora, por volta das 14h, o depoente percebeu que seu DVR não estava gravando imagens e acionou um técnico para verificar o que havia ocorrido, ao que constatarem que todas as imagens haviam sido apagadas e que ele não estava gravando. Que até o momento em que os dois homens que supostamente eram policiais acessaram o DVR, o aparelho estava funcionando normalmente”, dizia o inquérito, revelado pelo g1.

A mesma testemunha relatou que chegou a salvar um arquivo com as imagens antes que fossem apagadas. A gravação foi entregue à Polícia Civil.

Assassinato de Henrique

Henrique Alves Nogueira foi encontrado morto no dia 11 de agosto, 12 horas depois de ter sido abordado em Goiânia.

Os policiais envolvidos eram sargento Cleber Leandro Cardoso, cabo Guidion Ananias Galdino, soldado Kilber Pedro Morais e Mayk Da Silva Moura. Todos estão presos. Eles alegaram que houve confronto.