Testemunho de sobrevivente de Auschwitz alcança a marca de um milhão de visualizações no TikTok

·1 minuto de leitura

Lily Ebert, de 97 anos, tinha 14 quando os nazistas a deportaram de Bonyhad, na Hungria, para Auschwitz, na Polônia, ao lado da mãe.

Ela sobreviveu ao Holocausto e décadas depois amplifica o seu testemunho para as novas gerações. Segundo o Jewish News, seu relato alcançou a marca de um milhão de visualizações no TikTok. Lily perdeu mãe e irmãos no campo de concentração.

Para atingir a Geração Z, ela conta com a ajuda do neto, Dov Forman. Ela interage e responde às perguntas que são enviadas.

"Estou orgulhosa do trabalho que estamos fazendo para garantir que o Holocausto, e em particular o meu testemunho, nunca seja esquecido. Mesmo depois da libertação, nunca pensei que seria capaz de ter filhos, muito menos 34 bisnetos. Então adoro fazer os vídeos onde mostramos momentos familiares. A família é muito importante para mim e me sinto muito sortuda por ter uma família amorosa ao meu redor”, diz Lily, que reside no Reino Unido.

No começo deste ano, ela venceu a Covid-19. "Eu estive em Auschwitz, passei pela pior situação que um ser humano pode viver. E graças a Deus eu sobrevivi", contou ao repórter Guy Lynn, da BBC, em sua casa no norte de Londres. ""Então eu deveria sobreviver a isso (Covid-19) também. E então eu sobrevivi."

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos