Testes positivos de Covid-19 voltam a subir no Brasil em laboratórios particulares

***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 06.01.2022 - Enfermeira realizando o teste para detecção de Covid-19 em posto localizado no terminal rodoviário de Brasília. (Foto: Antonio Molina/Folhapress)
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 06.01.2022 - Enfermeira realizando o teste para detecção de Covid-19 em posto localizado no terminal rodoviário de Brasília. (Foto: Antonio Molina/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Os resultados positivos para teste de Covid-19 realizados por grupos de laboratórios privados aumentaram nas últimas semanas no país. Hoje, cerca de 12% dos pacientes que fazem os exames nas redes Fleury, Dasa e Hermes Pardini estão infectados.

No Fleury, a média semanal de testes apontando infecção por coronavírus nos pacientes vem crescendo gradativamente desde a segunda semana do mês passado. Ela passou de 4,10%, entre os dias 13 e 19 de março, para 9,04% entre 10 e 16 de abril.

Na última semana, de 17 a 23 de abril, a média cresceu para 12,05%. O grupo Fleury tem 284 unidades no Brasil, em nove estados e no Distrito Federal.

Já nos hospitais e laboratórios da rede Dasa a taxa de testes apontando infecção por Covid-19 ficou em 12,63% entre os dias 20 e 26 deste mês. Em um período mais longo, que abrange todo o mês de abril, a média foi de 9,35%.

Em março, o percentual chegava a 7,6%. Ainda assim, os índices são considerados baixos quando comparado à média de fevereiro (38,53%) e janeiro (50,73%).

A taxa de positividade dos exames da rede Dasa feitos em São Paulo ficou em 13,14% entre os dias 20 e 26 de abril. Na semana anterior, de 13 a 19 de abril, o índice era de 9,75%. O Rio de Janeiro também apresentou leve alta na positividade: saiu de 9,61% para 11,59% no mesmo período.

A Dasa é a rede responsável por laboratórios como Lavoisier, Delboni Auriemo e Salomão Zoppi, além de hospitais como Nove de Julho e Santa Paula. São mais de 900 unidades em todo o Brasil.

Em março, o percentual chegava a 7,6%. Ainda assim, os índices são considerados baixos quando comparado à média de fevereiro (38,53%) e janeiro (50,73%).

A taxa de positividade dos exames da rede Dasa feitos em São Paulo ficou em 13,14% entre os dias 20 e 26 de abril. Na semana anterior, de 13 a 19 de abril, o índice era de 9,75%. O Rio de Janeiro também apresentou leve alta na positividade: saiu de 9,61% para 11,59% no mesmo período.

A Dasa é a rede responsável por laboratórios como Lavoisier, Delboni Auriemo e Salomão Zoppi, além de hospitais como Nove de Julho e Santa Paula. São mais de 900 unidades em todo o Brasil.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos