Texas prepara primeira execução de um réu desde a posse de Biden

·1 minuto de leitura
Quintin Jones pediu indulto do governador do Texas, Greg Abbott, com uma mensagem de vídeo

O estado do Texas, no sul dos Estados Unidos, planeja executar nesta quarta-feira (19) um assassino condenado, apesar de seu pedido de clemência feito por meio de um vídeo ao governador.

No vídeo de quatro minutos, gravado na sala de visitas da prisão e postado online pelo The New York Times, Quintin Jones pede ao governador republicano Greg Abbott que comute sua sentença de morte em prisão perpétua.

"Eu matei alguém há 20 anos, mas já não sou como era. Virei um homem no corredor da morte", diz Jones, de 41 anos e condenado à morte por injeção letal na prisão de Huntsville.

Em 1999, Jones espancou sua tia-avó de 83 anos até a morte com um taco de beisebol e então roubou 30 dólares para comprar drogas.

Apoiadores de Jones, incluindo a irmã de sua vítima e a atriz Sarah Paulson, iniciaram uma petição online pedindo a Abbott que lhe concedesse clemência.

A petição tinha mais de 160.000 assinaturas esta manhã.

Abbott, que perdoou apenas um único condenado em seis anos, ainda não respondeu.

Biden se opõe à pena capital e Jones seria a primeira execução desde que o presidente democrata iniciou seu mandato em janeiro.

Em 2020, sob o mandato do então presidente republicano Donald Trump, foram executadas 13 sentenças capitais.

chp/to/st/llu/gm/mr

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos