Thiago Lacerda sobre pandemia: “Eu tenho privilégio num país desigual"

·2 minuto de leitura
Reprodução Instagram

Isolado, Thiago Lacerda tem consciência sobre os privilégios que pessoas como ele tem, de poder manter a família em segurança durante a pandemia. E foi num bate papo no podcast ‘Efeito Tsunami’ que ele refletiu sobre os impactos do isolamento na vida das pessoas.

“É terrível. Iremos viver o eco de uma geração da pandemia, essa privação do contato humano, do físico, do afeto, da aproximação, da troca, mesmo com o ambiente escolar e com o andamento natural das coisas a partir das relações humanas. Essa geração vai sofrer esse impacto. No meu caso, tenho uma relação de muito privilégio. Estava falando isso hoje com uma amiga, de estarmos vivendo conscientemente essa condição de privilégio num país tão desigual, abandonado e perverso”.

Leia também:

Refugiado, como ele mesmo diz, Thiago tem se dividido entre a sua casa na serra fluminense e na Bahia, cercado por muita natureza e pelos animais. “Estou fora do Rio de Janeiro desde março do ano passado. Nesse tempo todo, fiquei no Rio 12 dias no máximo. É uma condição de privilégio que proporcionou aos meus filhos um contato constante com a natureza, com os animais e uma convivência intensa conosco”, disse.

“Fico todos os dias imaginando a dureza da realidade do nosso povo nessa situação impensável de pandemia, especialmente com esse desgoverno”, desabafou o ator, que também reviveu o mocinho Matteo, de ‘Terra Nostra’ exibida em 1999, seu primeiro protagonista numa novela de Benedito Ruy Barbosa.

Atento ao que acontecia nos corredores da emissora, Thiago ouvia que essa seria a novela do ‘século’. “Que seria incrível, uma novela épica, com três fases, a imigração italiana para o Brasil, uma história pela qual eu comecei a me interessar”, contou o ator que decidiu aparecer nos estúdios da novela para falar com a produtora de elenco e se surpreendeu ao saber que o seu nome já estava sendo cogitado para o papel.

“Não precisa tanto”, pensou o ator no momento em que ficou sabendo que faria par romântico com a atriz Ana Paula Arósio. “Enfim, peguei as informações sobre o teste, e a Mariana Lobo, produtora que virou minha amiga depois, me contou que naquele dia quando eu saí de lá, ela havia ligado para o Jayme e dito que eu queria fazer o teste. Achei legal”, finalizou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos