Thiago Neves perde pênalti, Cruzeiro é derrotado pelo CSA e se complica

Abel Braga durante a derrota do Cruzeiro para o CSA (Bruno Haddad/Cruzeiro)

O enredo do Cruzeiro está cada vez mais com cara de rebaixamento. As contas impedem que a esperança morra, mas perder para o CSA, em pleno Mineirão, era tudo que o time de Abel Braga não precisava na reta final do Brasileirão.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM

SIGA O YAHOO ESPORTES NO FLIPBOARD

Como se não bastasse levar 1 a 0, gol de Alan Costa, o torcedor ainda viu Thiago Neves perder um pênalti no segundo tempo - marcado graças ao VAR.

Leia também:

- Uma chance grande para empatar. Tentamos de várias formas. Por minha culpa. Peço desculpas. Assumo a responsabilidade, mas ainda tem três jogos. Vamo que vamo - disse Thiago Neves.

Foi mais um jogo de pontos desperdiçados em casa contra times que estão na zona de rebaixamento. Na partida anterior no Mineirão, empate com o lanterna Avaí.

O Cruzeiro ainda tem três jogos para tentar reagir. Dois fora de casa. O primeiro dele é segunda-feira, contra o Vasco, em São Januário. Em seguida, tem o Grêmio, em Porto Alegre. Na última rodada, o jogo é contra o Palmeiras

- Temos que jogar para ganhar. É juntar forças de onde não tem - disse Thiago Neves.

As tarefas não são simples para um time que insiste em não mostrar repertório. O Cruzeiro está um ponto atrás do Ceará, primeiro time fora da zona da degola. A situação do time mineiro é um alívio para os cariocas Fluminense e Vasco.

Nesta quinta-feira, parte da torcida expressou a insatisfação até além da conta: sinalizadores foram arremessados em campo, a fumaça se espalhou e o jogo precisou ser interrompido. O que não parou foi a sessão de sofrimento protagonizada pelo time de Abel Braga.

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter